on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

As cinco penalidades do futebol

Atualizado em 17 abril, 2017

É um momento dramático em um jogo de futebol quando o árbitro pede uma cobrança de pênalti. Quando um defensor comete uma falta na grande área, o jogo é interrompido e um atacante tem a chance de chutar para o gol tendo apenas o goleiro como defesa. Os árbitros podem tomar medidas disciplinares em campo, que vão desde a concessão de tiros livres até a desqualificação, quando uma falta em uma das cinco áreas é cometida.

Empurrar ou bater em um jogador é considerado uma falta no futebol (Ned Dishman/Getty Images Sport/Getty Images)

Jogada perigosa

A FIFA, o órgão internacional do esporte, define as regras do jogo. Elas foram adotadas em todo o mundo por federações e organizações nacionais como o futebol brasileiro. A décima segunda regra cobre as faltas e as condutas irregulares, incluindo as "consideradas pelo árbitro como negligentes, imprudentes ou com força excessiva". Esses lances, onde um jogador chuta, passa rasteira, salta sobre, acusa, golpeia, empurra ou ataca outro jogador, resultam em um tiro livre direto. Nessa situação, um jogador pode chutar diretamente para o gol. Os árbitros podem conceder um tiro livre indireto, um chute após uma paralisação em que um jogador pode passar a bola para qualquer lugar que escolher. As jogadas particularmente flagrantes podem render ao jogador um cartão amarelo, ou uma advertência. Uma conduta violenta ganha um cartão vermelho e expulsão imediata.

Loading...

Desrespeito

As regras exigem que os jogadores mostrem um bom espírito esportivo em todos os momentos durante o jogo, e as penalidades por não o fazer são graves. Cuspir em um adversário resulta em um cartão vermelho e tiro livre direto. Um cartão vermelho também é mostrado a qualquer jogador que usa linguagem ou gestos ofensivos ou abusivos, ou que comete uma "falta grave", a critério do árbitro. Um comportamento antiesportivo ou disputar a decisão do árbitro por discurso ou ação é punível com cartão amarelo.

Impedir o progresso

Os árbitros podem pedir pênaltis quando um jogador impede o progresso de outro jogador ou do jogo em si. Os tiros livres diretos são concedidos por segurar um adversário, quer pela camisa ou por uma parte do corpo. Impedir o progresso de um adversário ou retardar o jogo impedindo que o goleiro solte a bola das suas mãos pode resultar em um tiro livre indireto. O árbitro também pode mostrar um cartão amarelo para qualquer jogador que deliberadamente atrase o reinício do jogo por qualquer motivo.

Tocar a bola com as mãos

Os jogadores, com exceção do goleiro, só podem tocar a bola com as mãos quando uma jogada é interrompida ou durante o lançamento lateral. Intencionalmente tocá-la no campo durante o jogo resulta em um tiro livre direto. Usar a mão para impedir deliberadamente um gol de ser marcado é uma ofensa que merece cartão vermelho. Mesmo que um goleiro possa tocar a bola, existem quatro casos em que ele pode ser penalizado: segurá-la por seis ou mais segundos, tocá-la depois de soltá-la e antes de outro jogador entrar em contato com ela, tocá-lo depois que ela tenha sido chutada para ele ou depois que ela tenha sido lançada dentro de campo por outro companheiro de equipe. Qualquer dessas infrações pode resultar em um tiro livre indireto.

Penalidades técnicas

Os jogadores que violarem as normas técnicas de jogo também podem ser penalizados. O árbitro pode aplicar um cartão amarelo quando um defensor não der a quantidade adequada de espaço a um atacante durante uma cobrança de escanteio ou lançamento lateral. Um cartão amarelo também é mostrado quando um jogador sai, entra ou reentra no campo de jogo sem a permissão do árbitro.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...