Consequências da extinção de uma espécie animal

Escrito por judith willson | Traduzido por tamara loebe
Consequências da extinção de uma espécie animal
A perda de um espécie causa impacto em todo o ecossistema (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

A extinção de animais nos séculos XX e XXI, principalmente por consequência da atividade humana, tem sido quase equivalente às extinções em massa do passado, incluindo aquela que matou os dinossauros. Em 2011, centenas de espécies foram extintas a cada semana. Quando uma espécie de animal é extinguida, não só uma criatura única é perdida, mas também podem ocorrer impactos sérios sobre o ecossistema.

Impacto sobre os predadores

Se uma espécie que serve de alimento é extinta, os animais que a consomem também sofrem. Se uma espécie de peixe desaparece, por exemplo, isso afeta todos os peixes maiores, aves e mamíferos que dependem dela para seu sustento. Essas espécies incluem frequentemente os seres humanos. O prejuízo à pesca de bacalhau no Canadá, por exemplo, teve um impacto social e econômico devastador sobre as comunidades terrestres das províncias locais.

Impacto na cadeia alimentar

Na cadeia alimentar, cada espécie também afeta aquela que a come. A perda de uma espécie de pastagem transforma a paisagem. A perda de um predador, por vezes, permite que as espécies que servem de presa se multipliquem sem controle. A perda de grandes carnívoros como os lobos em áreas da Europa e dos Estados Unidos levou a problemas com veados. Eles frequentemente passavam fome ou causavam problemas para os agricultores locais.

Ecossistemas

Além de seu papel na cadeia alimentar, os animais também contribuem para o ambiente de formas menos óbvias. A polinização é um exemplo chave. Muitas plantas floríferas dependem de animais, incluindo insetos, aves e mamíferos, para polinizar as flores, o que lhes permite produzir sementes. Algumas plantas são adaptadas para apenas uma ou algumas espécies de polinizadores. Se o animal for extinto, ela lutará para sobreviver ou pode até desaparecer. Serviços de polinização são cruciais para a agricultura, bem como os habitats naturais. A queda da população de abelhas tem impactado agricultores em todo o mundo. Outros serviços ecossistêmicos importantes incluem a distribuição de sementes e o fornecimento de nutrientes através de excrementos.

O ambiente físico

Animais alteram seu ambiente; se uma espécie é extinta, o ambiente muda. Por exemplo, antes da ocorrência da baleação em grande escala, o grande número de baleias ajudava a sustentar o ecossistema. Isso ocorria através do movimento da água. O mergulho de uma baleia cria turbulência e traz nutrientes para a superfície. Algumas espécies também comem nas profundezas e defecam perto da superfície, o que tem um efeito similar. De acordo com Steven Nicol, pesquisador da Divisão Antártica Australiana, a quase erradicação de baleias reduziu o plâncton e, por sua vez, as populações de peixes.