Como conviver com uma criança altamente sensível

Escrito por corinna ricard-farzan | Traduzido por m.queirozz tradutora freelancer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como conviver com uma criança altamente sensível
Crianças altamente sensíveis podem ter reações exageradas a situações simples (Creatas/Creatas/Getty Images)

As crianças são muito sensíveis e de difícil convivência. Muitas crianças podem apresentar reações emocionais quando sofrerem assédio moral ou apenas se machucarem. Algumas crianças podem chorar ou ter um ataque quando surgem pequenos inconvenientes, por exemplo: se cair um biscoito ou se elas forem repreendidos levemente. Embora possa ser cansativo conviver com uma criança muito emotiva, se você reagir da maneira correta e ensinar a criança a lidar com seus altos níveis de sensibilidade, ela pode crescer e se tornar uma pessoa extremamente compassiva e criativa.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Acredite em seu filho. Permitir que ele acredite que seus sentimentos são válidos, ao invés de recriminá-lo por estar chateado, o que pode fazê-lo se sentir como se você não acreditasse nele.

  2. 2

    Demonstre confiança, diga que entende a situação, mas que você também sabe que ele será capaz de lidar com o que vem pela frente. Se você tentar resolver todas as situações para o seu filho, em vez de deixá-lo saber que tem a capacidade de se adaptar melhor, ele nunca desenvolverá confiança para lidar com as situações que a vida pode proporcionar e não aprenderá a lidar com os momentos difíceis.

  3. 3

    Converse com seu filho quando ele se acalmar. Peça para contar como se sente quando está chateado, e se ele seria capaz de reagir de forma diferente da próxima vez. Dê ao seu filho as ferramentas para rever o seu comportamento para se tornar autoconsciente. Isso permitirá que ele se torne a cada dia lentamente mais consciente de si e se mantenha equilibrado nas ações que trazem fortes emoções.

  4. 4

    Evite mimar seu filho. Embora seja importante demonstrar amor e compaixão, correr pra salvar o seu filho só fará com que ele reaja emocionalmente pra chamar a sua atenção.

  5. 5

    Mantenha a calma. Não reaja emocionalmente à situação do seu filho e não tente falar sobre suas emoções no momento. Tente distrair seu filho, fale sobre outras coisas, como a escola ou o que ele gostaria de comer no jantar. Uma vez que ele se acalme, você terá uma conversa sobre a reação emocional.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível