×
Loading ...

Como cuidar de um cão com lesão nos ligamentos

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Pode ser horrível ver o seu cachorro caminhando com dificuldades com três patas por causa de um rompimento nos ligamentos da outra. O animal não aplicará pressão na perna e ficará manco com o passar do tempo. O joelho pode apresentar inchaço. Seu cachorro pode ter rompido o LCA. A sigla significa ligamento cruzado anterior, ele é um tecido encontrado na junta do seu joelho que evita que a tíbia e o fêmur entrem em contato quando você caminha ou corre. O rompimento desse ligamento em cães é bem comum, especialmente em cães acima do peso ou que só fazem atividades nos finais de semana.

Instruções

O poodle é uma raça que apresenta grandes chances de romper o LCA (Apple Tree House/Lifesize/Getty Images)

    Como cuidar de um cão com lesão nos ligamentos

  1. Leve o seu cão para que um veterinário possa diagnosticá-lo com o rompimento de LCA. Embora uma observação possa render alguns palpites sobre qual o problema com o cachorro, o veterinário poderá fazer testes de movimento das juntas, examinar uma radiografia e fazer um diagnóstico médico sobre a lesão do animal. Talvez o médico ainda sugira uma cirurgia para tratar a lesão. Esse é o procedimento padrão para a maioria dos casos.

    Loading...
    O pastor alemão é outra raça que apresenta grande risco de apresentar lesões de LCA (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)
  2. Limite à mobilidade que possa resultar em um agravamento do problema do animal. Carregue-o quando for subir escadas ou compre uma rampa que torne o trabalho de subir mais fácil para ele. Não deixe que ele pule em cima do sofá ou da cama. Essas atividades podem acabar fazendo com que o animal coloque peso ou força sobre a pena lesionada, podendo em alguns casos piorar o rompimento do ligamento. Vá até o seu cão com comida e brinquedos, não faça que ele venha até você.

    Cães da raça bichon frisé que se exercitam apenas nos finais de semana também correm risco de sofrerem lesões de LCA (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  3. Siga as recomendações pós-operatórias do veterinário. Mantenha-o preso, em uma caixa se for necessário, para limitar ao máximo a mobilidade. Depois de uma semana, o médico deve instruir alguns movimentos permitidos. Após duas semanas, o seu cachorro deverá praticar alguns exercícios leves. Natação é uma ideia muito boa para a recuperação. Dê os remédios para dor e anti-inflamatório, além de outros antibióticos profiláticos indicados pelo veterinário.

    Confie nas instruções do seu veterinário. Vá atrás de uma segunda opinião caso discorde (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)
  4. Coloque o seu cão em uma dieta. Os cães obesos e acima do peso correm um risco maior de apresentarem problemas no joelho, limitar a quantidade de calorias que seu cão consume por dia apenas ajuda a torná-lo mais saudável, acelera o processo de recuperação e diminui as chances de que ele rompa o LCA em outras patas.

    Os cães que durante a semana são sedentários e praticam exercícios apenas nos finais de semana correm risco de sofrerem lesões no joelho (Janie Airey/Lifesize/Getty Images)
Loading...

Dicas

  • Quando um cão rompe o LCA, ele geralmente acaba se apoiando na perna oposta, colocando mais peso sobre ela e aumentando os riscos de sofrer uma nova lesão de ligamentos. Não torne o problema pior ignorando-o.

Aviso

  • Em alguns lugares é crime não tratar ou não providenciar o cuidado adequado para o seu animal de estimação. Caso ele sinta dores e precise de cuidados veterinários, procure por um. Se o dinheiro for o problema, procure apoio de alguma ONG local ou converse com o veterinário sobre formas de pagamento.

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...