Grandes descobertas acidentais

Escrito por lucas kittmer | Traduzido por lucas beuter
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Grandes descobertas acidentais
Embora a culinária seja revolucionária, a tecnologia de micro-ondas foi descoberta por acaso (Getty Images)

Embora as maiores descobertas do mundo sejam pensadas e são frutos de anos de pesquisas, há um número surpreendente de grandes invenções e descobertas científicas que são realizadas completamente por acidente. Muitas vezes, através de um experimento relacionado, reinvenção de um produto comum ou simples negligência, algumas das maiores descobertas dos tempos modernos têm sido concretizadas.

Outras pessoas estão lendo

Penicilina

Alexander Fleming descobriu a penicilina em 1928, mas ele certamente não a estava pesquisando. Ele estava à procura de uma cura para a gripe quando percebeu que havia esquecido de proteger uma de suas culturas de bactérias e que ela tinha sido infectada com um fungo estranho. Curiosamente, o fungo parecia estar matando as bactérias. Depois de identificar o fungo como Penicillium notatum, dois outros pesquisadores descobriram uma maneira de projetar uma forma estável do fungo — a penicilina — que é usada em todo o mundo para tratar infecções.

Dinamite

Até a década de 1860, a nitroglicerina era uma forma popular de explosivo. Infelizmente, era altamente instável e tinha o infeliz hábito de explodir inesperadamente. Alfred Nobel, o fundador do Prêmio Nobel e proprietário de uma fábrica de nitroglicerina na década de 1860, deparou-se com a dinamite quando deixou cair um frasco de nitroglicerina, que não explodiu imediatamente. Depois de descobrir que o químico dentro do frasco teria infiltrado em serragem, Nobel começou a experimentar. Ele acrescentou um pouco de terra de diatomáceas como mais um estabilizador e "voilà", nasceu o explosivo confiável que conhecemos hoje como dinamite.

Micro-ondas

Em 1946, era mais um dia normal no laboratório de Percy Spencer. O engenheiro estava testando um magnetron quando notou que a barra de chocolate que tinha no seu bolso tinha derretido. Não demorou muito para ele descobrir que a radiação de micro-ondas do magnetron tinha aquecido o chocolate. Então começou uma série de experimentos com Spencer irradiando em grãos de pipoca e ovos (que prontamente explodiram). No entanto, Spencer foi capaz de projetar o primeiro micro-ondas comercial do mundo, um aparelho que revolucionou a culinária em 1947.

Sacarina

Um dia, quando o químico Constantin Fahlberg comeu os bolinhos para o jantar feitos pela esposa, ele foi surpreendido por quão deliciosos eles estavam. Mas quando perguntou o que ela tinha feito com eles, escutou que eram os mesmos que ela sempre fez. Fahlberg, que não havia lavado as mãos desde que chegou em casa do laboratório, rapidamente percebeu o que tinha acontecido. Ao realizar experimentos com alcatrão de carvão, ele tinha derramado um derivado químico chamado sacarina na mão. Foi descoberto que a sacarina é 300 vezes mais doce que o açúcar e é atualmente usada por uma empresa de adoçantes chamada "Sweet'N Low", que foi fundada por Fahlberg depois dele patentear o composto químico em 1884.

Play-Doh

Poucos estão cientes de que o Play-Doh começou como um limpador de papel de parede para pessoas que tinham fornos de carvão em casa. No entanto, quando a indústria de aquecimento de carvão foi por água abaixo, a invenção de Cleo McVicker também foi. Isso até que seu filho Joseph McVicker notasse como o super-flexível objeto poderia ser comercializado como brinquedo. Em 1955, Joseph começou a testar o produto com as crianças. No ano seguinte, abriu a Rainbow Crafts Co., uma empresa cujo único produto eram as coloridas e repaginadas massinhas de modelas, batizadas de Play-Doh.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível