Despesas antecipadas são consideradas ativos operacionais?

Escrito por marquis codjia | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Despesas antecipadas são consideradas ativos operacionais?
Despesas pagas antecipadamente passam ideia de solidez financeira (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

As empresas pagam antecipadamente certas despesas para aproveitas condições econômicas favoráveis ou cumprir cláusulas contratuais. Ao remeter fundos antecipadamente, a empresa sinaliza aos aliados econômicos, como fornecedores e prestadores de serviços, que são financeiramente sólidas. Exibir ativos operacionais ajuda a liderança corporativa a reforçar a noção de solidez financeira, especialmente com recursos de longo prazo como equipamentos e hardware de computador.

Outras pessoas estão lendo

Explanação

A despesa pré-paga é dinheiro que a empresa paga antecipadamente, mas não desfruta imediatamente do benefício associado. Por exemplo, a empresa poderá pagar antecipadamente seus prêmios de seguro, enviando ao segurador um cheque para cobrir os próximos 12 meses. De modo geral, os custos de pré-pagos são ativos operacionais de curto prazo. Isto porque a empresa remete o dinheiro com antecedência esperando para desfrutar do benefício relacionado ao longo de um período que não exceda um ano. Outros ativos correntes ou de curto prazo de curto prazo incluem mercadorias que a empresa compra para revenda, dinheiro em caixa, títulos negociáveis e contas a receber. Instrumentos negociáveis ​​incluem títulos e ações.

Contabilidade

Os contadores da empresa seguem regras específicas para registrar despesas antecipadas e ajustar os dados da contabilidade geral conforme a empresa colhe os benefícios associados às despesas. Estas regras incluem os princípios contábeis geralmente aceitos e Padrões internacionais de relatórios financeiros ( International Financial Reporting Standards ou IFRS). Por exemplo, uma empresa paga R$ 120.000 para a cobertura de seguro de crédito e a remessa cobre um período de seis meses. Para registrar o pagamento, um contador corporativo debita a conta de despesas pré-pagas de seguro por R$ 120.000 e credita a conta caixa na mesma quantidade. Debitar caixa significa reduzir o caixa da empresa, ao contrário da terminologia bancária. Depois de um mês, o contador deve registrar as despesas de seguros para os últimos 30 dias. O contador júnior debitaria a conta de despesa de seguro em R$ 20.000, ou R$ 120.000 dividido por 6, e creditaria a conta de despesa seguro pagos na mesma quantidade.

Relatório financeiro

Segundo os princípios contábeis geralmente aceitos e os padrões internacionais de relatórios financeiros (IFRS), as operações de pré-pagamento de despesas afetam outros resumos de dados financeiros. A empresa gasta um dinheiro antes de desfrutar dos benefícios flui para a seção "fluxos de caixa provenientes das atividades operacionais" de um relatório de liquidez, também conhecida como demonstração de fluxo de caixa ou dos fluxos de caixa. As despesas operacionais relacionadas a custos pré-pagos é direcionada para a declaração de lucros e perdas, outro termo para a declaração de renda. Como os ativos operacionais, os custos pré-pagos são componentes do balanço.

Receitas pré-pagas

Receita pré-paga é dinheiro que a empresa recebe bem antes do previsto, especialmente antes de enviar a mercadoria ou a prestação dos serviços pelos quais recebeu o dinheiro. Renda pré-paga é uma responsabilidade operacional de curto prazo, porque a empresa recebedora deve o dinheiro e deve devolvê-lo ao remetente se ele não entregar a mercadoria ou prestação de serviços, em conformidade com os acordos contratuais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível