Mais
×

Por que devemos fazer trabalho voluntário?

O trabalho voluntário, uma atividade que se exerce sem remuneração, com o objetivo de ajudar o próximo, tem papel de extrema importância humanitária no mundo, melhorando ou salvando a vida de milhões de pessoas por ano. Ele ocorre, por exemplo, na ajuda a vítimas de desastres naturais, no socorro a doentes, na assistência dos necessitados e no acolhimento de refugiados de guerra. Além dos benefícios incalculáveis para a sociedade e os assistidos por ele, esse tipo de atividade também traz diversos ganhos ao próprio voluntário. Confira abaixo algumas das várias razões para fazer trabalho voluntário.

Os Médicos Sem Fronteiras são uma das maiores organizações de trabalho voluntário do mundo (Siri Stafford/Photodisc/Getty Images)

Solidariedade

Por natureza, o ser humano se incomoda com o sofrimento alheio e busca aliviá-lo. Em uma sociedade com grandes diferenças de renda, poder e oportunidade entre os indivíduos, por um lado, e desenvolvimento aprofundado do pensamento crítico, por outro, a necessidade de ajudar o próximo se torna ainda mais forte. Nesse contexto, o trabalho voluntário é uma grande oportunidade de fazer a diferença na vida de alguém, ser importante para uma comunidade ou grupo de pessoas, devolver à sociedade um pouco do que se obteve dela e tornar o mundo melhor. Organizações baseadas no trabalho voluntário, como os Médicos Sem Fronteiras, ajudam milhões de pessoas por ano em todo o mundo.

Saúde emocional

Nos anos posteriores à Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o desemprego era grande na Europa e muitos dos afetados por ele sofriam de depressão. Como relatou em seu livro "Em busca de sentido", publicado em 1946, o psiquiatra austríaco Viktor Frankl descobriu que essas pessoas não estavam deprimidas por não ter emprego, mas por se sentir inúteis. Fazer trabalho voluntário, Frankl constatou, devolvia a elas a sensação de utilidade e propósito na vida, curando-as da depressão. Depois disso, inúmeros estudos comprovaram a eficácia do trabalho voluntário no tratamento da depressão e na manutenção da saúde psicológica, pois ele reduz o estresse, propicia emoções positivas, aumenta a autoestima, aproxima as pessoas e promove o crescimento pessoal.

Saúde corporal

O trabalho voluntário não é bom apenas para a saúde mental; o corpo também se beneficia dele. Várias pesquisas concluíram que ser voluntário diminui o risco de morrer, sobretudo em idosos. Além disso, os voluntários suportam melhor dores crônicas e problemas cardíacos.

Desenvolvimento pessoal

O trabalho voluntário propicia o contato com as pessoas, o desenvolvimento de uma rede de relações e o aprofundamento dos laços comunitários. Além disso, quem o exerce precisa desenvolver iniciativa e capacidade de trabalho em equipe e pode obter, com a atividade, mais conhecimento, mais aptidões e mais consciência, assim como experiência profissional. Por isso, o trabalho voluntário é considerando uma importante ferramenta de autodesenvolvimento.

Benefícios sociais

Devido às características de personalidade que o gesto de fazer trabalho voluntário revela, como consciência, responsabilidade social, amor ao próximo, iniciativa e altruísmo, algumas das mais prestigiadas universidades do mundo, como Harvard e Yale, usam-no como critério de seleção. Cada vez mais, grandes empresas também passam a considerar experiência como voluntário um item essencial no currículo dos candidatos a empregos.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article