Dieta de combinação de alimentos adequada

Escrito por katie leigh | Traduzido por luciana ferraz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta de combinação de alimentos adequada
As dietas de combinação de alimentos são baseadas na ideia de que alimentos de digestão semelhante devem ser consumidos juntos (Thomas Northcut/Digital Vision/Getty Images)

Dietas de combinação de alimentos são baseadas na ideia de que comer certos tipos de alimentos juntos, enquanto jamais combinar outros, pode ajudar na digestão e na absorção de nutrientes. A combinação de alimentos foca em agrupar itens que tenham o mesmo processo de digestão. De acordo com a teoria da dieta, isto permite que os alimentos saiam do estomago mais ou menos ao mesmo tempo, melhorando as funções digestivas do corpo.

Outras pessoas estão lendo

Proteínas

Alimentos ricos em proteína, como laticínios, ovos, carnes, peixes e castanhas, são alguns dos componentes mais estritamente controlados da dieta de combinação de alimentos. As proteínas não devem nunca ser comidas com carboidratos ou alimentos oleosos, gordurosos ou ácidos pois os tempos de digestão destes tipos de alimentos confrontam diretamente o tempo e as necessidades digestórias das proteínas. Alimentos altamente proteicos devem ser servidos com vegetais não amiláceos ou semi amiláceos. Exemplos de vegetais semi amiláceos incluem cenouras, milho, ervilhas e beterraba.

Carboidratos

Os carboidratos têm mais flexibilidade do que as proteínas na dieta de combinação de alimentos. Conforme descrito anteriormente, carboidratos e proteínas não devem nunca ser consumidos simultaneamente. Alimentos ricos em carboidratos, que incluem batatas, leguminosas e grãos, podem ser comidos com alimentos oleosos e gordurosos, como manteiga, creme de leite, abacate e óleos que contenham gorduras insaturadas. Eles também podem ser combinados com vegetais não amiláceos e semi amiláceos.

Alimentos gordurosos e oleosos

Alimentos gordurosos e oleosos têm mais margem nesta dieta; aliás, o único tipo de comida com o qual nunca devem ser combinados é a proteína. Isto se deve ao fato de que alimentos que contém alto teor de gorduras podem demorar muitas horas para serem digeridos, muito mais do que a média de alimentos ricos em proteínas. Estes alimentos se saem especialmente bem quando ingeridos com vegetais não amiláceos ou semi amiláceos e carboidratos.

Além dos gordurosos abacate, manteiga, creme de leite e banha, esta categoria também engloba óleos não hidrogenados como azeite, óleos de castanhas e óleo de gergelim.

Frutas

As frutas são um caso a parte na dieta de combinação de alimentos. Isto porque os açúcares e ácidos contidos nas frutas confrontam diretamente com as tendencias digestivas de outros tipos de alimentos. Por isso, as frutas são consumidas sozinhas em refeições constituídas apenas delas.

Existem diversas categorias diferentes de frutas no sistema de combinação de alimentos. A primeira é a das frutas ácidas, como frutas cítricas, abacaxis, morangos e maçãs azedas. A segunda é as das frutas sub ácidas, que inclui mangas, papaias, pêssegos, peras e mirtilos. O terceiro grupo é o das frutas doces, como bananas, uvas e frutas secas. E a última categoria é a dos melões. Por causa de suas propriedades digestivas únicas, os melões devem ser ingeridos sozinhos, do mesmo modo que as frutas doces. As frutas ácidas e sub ácidas podem ser combinadas entre si, mas não devem se misturar com nenhum outro tipo de alimento ou fruta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível