A dieta do trevo vermelho para vacas

Escrito por robert fears | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A dieta do trevo vermelho para vacas
O trevo vermelho é cultivado como uma colheita de feno puta, de silagem ou em combinação com outras pastagens forrageiras (Clover among a grass image by Ragnit from Fotolia.com)

O trevo vermelho, uma leguminosa forrageira, está ganhando popularidade entre os criadores de animais. Ele é bem mais adaptado a solos mal drenados e tolera solos com pH baixo e pouca fertilidade do que muitos outras pastagens forrageiras. Ele produz altos rendimentos, mas crescem em apenas duas ou três temporadas antes que tenha de ser replantada. Ele é cultivado como uma colheita de feno puta, de silagem ou em combinação com outras pastagens forrageiras.

Outras pessoas estão lendo

Descrição

As plantas trevo vermelho são frondosas e eretas. Elas crescem a uma altura máxima de 91,4 cm e são facilmente identificadas por um "V" branco em suas folhas. Os caules, as folhas e os pecíolos (caules de folhas) são cobertos com pelos grossos e as flores rosa-violeta da planta ocorrem em aglomerados densos. O trevo vermelho possui um bom vigor de mudas e, como resultado, é mais fácil de se estabelecer do que outras leguminosas forrageiras.

História

O trevo vermelho originou-se no sudeste da Europa e tornou-se estabelecido em uma grande parte do mundo, onde a precipitação é distribuída uniformemente ao longo do ano. Ele veio para os Estados Unidos durante o século 17 e chegou muito mais cedo do que a maioria dos outros trevos e alfafas.

A dieta do trevo vermelho para vacas
O trevo vermelho é plantado em muitas partes do mundo onde a precipitação é suficiente. (labour 03 image by thierry planche from Fotolia.com)

Teor de proteína bruta

O trevo vermelho, como uma flor jovem, contém 14% a 16% de proteína bruta, e como adulta, contém de 12% 14%. A quantidade de proteína bruta é muito semelhante à encontrada na lespedeza anual, outra planta leguminosa, e é maior do que o teor de proteína bruta de 7% a 9% encontrado na silagem de milho. A festuca, a dactylis e o azevém anual contém de 12% a 16% de proteína bruta na fase de crescimento vegetativo. Quando essas gramíneas estão em fase de inicialização do crescimento (onde se inicia o desenvolvimento da cabeça da semente), o teor de proteína bruta é de apenas 8% a 12%.

A dieta do trevo vermelho para vacas
O feno do trevo vermelho possui um teor de proteína bruta igual ao feno da festuca, da dactylis e do azevém anual (hay image by dinostock from Fotolia.com)

Conteúdo energético

O conteúdo de energético na alimentação do gado é expresso como NDT (nutrientes digestíveis totais). O trevo vermelho, como uma flor jovem, contém de 64% a 67% de NDT, e como em flor adulta contém de 59% a 64%. Esses valores são semelhantes aos da quantidade de NDT em de alfafa, silagem de milho, milheto, lespedeza anual e gramíneas de boa qualidade, como a festuca, a dactylis, o azevém e a Bermuda.

A dieta do trevo vermelho para vacas
O trevo vermelho é tem um conteúdo de TDN similar ao da silagem de milho (0108n-ensilage image by Michel Bazin from Fotolia.com)

Rações para o gado leiteiro

O melhor potencial de produção de leite de vacas leiteiras ocorre quando o trevo vermelho é colhido com o botão tardio ou nos estágios de maturidade de floração precoce. Os atrasos de colheita, além destes estágios de crescimento, resultam em declínios dramáticos na produção do leite. O trevo vermelho, por vezes, limita a ingestão de alimento, portanto, complemente o início da lactação das vacas leiteiras de alta produção com grãos de alto teor energético.

A dieta do trevo vermelho para vacas
O trevo vermelho pode ser mais digerível do que a alfafa (Herd of Cattle in the Pasture image by steverts from Fotolia.com)

Rações para o gado de corte

Os pastos do trevo vermelho como pastagem de inverno reduz significativamente os gastos com alimentação e fornecem proteína e NDT para as dietas dos bovinos de corte. Um dos melhores programas de forrageiras de inverno é uma mistura de trevo vermelho e gramíneas de estação fria. Quando a pastagem é apenas de pastos de trevo vermelho, o inchaço pode ser um problema para o gado. Para evitá-lo, dê ao gado grama ou feno antes de movê-los para o trevo vermelho ou para outras pastagens de leguminosas.

A dieta do trevo vermelho para vacas
O melhor programa de forrageiras de inverno para o gado é uma mistura de trevo vermelho e gramíneas de estação fria (black bullock 3 image by PeteG from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível