Mais
×

Diferenças entre literatura medieval e literatura renascentista

A era medieval na Europa, também conhecida como Idade Média ou Idade das Trevas, durou aproximadamente 1000 anos, dos anos 400 até 1500. O período seguinte, o Renascimento, durou até 1600. Estas duas eras são extremamente diferentes, já que o período renascentista é em grande parte uma reação ao período anterior, que as pessoas da época acreditavam ser ignorante e primitivo -- por isso o nome Idade das Trevas.

Os monges muitas vezes escreviam os textos medievais (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Filosofia e visão de mundo medieval

A literatura de qualquer período reflete e expressa as visões de mundo predominantes de seu tempo. A religião e o exercício do poder físico sobre os outros era o assunto de grande parte da literatura medieval, como evidenciado em uma das primeiras peças da literatura medieval, o poema épico "Beowulf". No entanto, embora o período seja geralmente considerado religioso, os povos da época seguiam várias religiões, incluindo o Cristianismo, paganismo e Islamismo. Devido a isso, a filosofia medieval tornou-se uma mistura de crenças pagãs, clássicas e cristãs ao longo dos séculos, até que a tradução mais ampla de textos clássicos ajudou a dar à luz ao Renascimento.

Filosofia e visão de mundo renascentista

O Renascimento, também conhecido como Iluminação, considerava o período medieval como intelectualmente vazio. Os poetas renascentistas Dante e Petrarca escreveram poesia segundo a tradição clássica. Mais tarde, a arte e a literatura renascentista refletiriam um movimento geral em direção à liberdade de pensamento e expressão, expressa em muitas das peças de Shakespeare, que fazem referência aos avanços científicos e religiosos, como a descoberta de Galileu de que a Terra gira em torno do sol e da Reforma Protestante.

Gêneros e convenções literárias medievais

Como a maioria das pessoas não era alfabetizada no período medieval, a literatura medieval geralmente refletia os ideais e crenças da aristocracia. Geoffrey Chaucer escreveu poesia para a corte aristocrática antes de produzir "Os contos de Canterbury", que narra histórias de pessoas de todas as camadas sociais. Muitos textos medievais exaltam heróis fisicamente poderosos, como em "Beowulf" e "A Canção de Roland", ambos por autores anônimos. O amor cortês tornou-se um assunto da poesia medieval, onde um cavaleiro honrado serve e sofre por uma dama virtuosa.

Gêneros e convenções literárias renascentistas

A invenção da imprensa e da publicação em massa da Bíblia e de outros textos aumentou a disponibilidade de literatura e do número de leitores alfabetizados. O Renascimento surgiu em vários países europeus, mas famosos escritores ingleses do período da Renascença incluem William Shakespeare, Christopher Marlowe, Sir Thomas More, Sir Philip Sidney, Ben Jonson, Francis Bacon e muito mais. O soneto é muitas vezes considerado uma forma poética característica do Renascimento. Monarcas, como a rainha Elizabeth gostavam de dramas na forma de tragédias, comédias e histórias.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article