O que diferencia filosofia de sociologia?

Escrito por david ferris | Traduzido por juliana s. zoccoli

Estudantes universitários e pessoas entrando no mercado de trabalho têm inúmeras opções quando se trata de escolher uma graduação acadêmica ou uma carreira. As pessoas que estão interessadas nas questões fundamentais da vida e do universo, ou que tem um grande interesse na sociedade e como ela funciona, podem gravitar em direção ao estudo de filosofia ou de sociologia. Esses dois campos são distintos, mas, por vezes, se sobrepõem.

Visão geral da filosofia

A filosofia é um campo muito amplo e que toca em muitas áreas de estudo. Tradicionalmente, a filosofia procura uma visão sistemática e logicamente consistente dos fenômenos ou conceitos, embora muitas filosofias anti-sistemáticas também existam. A filosofia política examina a natureza dos sistemas políticos e suas suposições subjacentes. A filosofia da mente aborda questões difíceis sobre a consciência e a relação entre realidade, percepção e si próprio. Já a filosofia moral trabalha com questões de certo e errado e explora a forma como os indivíduos e os grupos atuam em diferentes circunstâncias.

Visão geral da sociologia

Diferente da filosofia, a sociologia é uma ciência social e um campo relativamente novo. Ela surgiu no século 19 e se desenvolveu plenamente como uma disciplina acadêmica no século 20. A sociologia é o estudo da relação dinâmica de indivíduos e grupos para com as estruturas sociais, instituições e cultura. Em um nível prático, ela procura entender e melhorar a forma como as pessoas vivem e interagem na sociedade.

Aplicações práticas da filosofia

Como ela muitas vezes é abstrata e teórica, algumas pessoas acusam a filosofia de ser um busca inviável e sem aplicações no mundo real. No entanto, a filosofia sustenta ou influencia muitos campos que estão firmemente enraizados em questões práticas. Por exemplo, os filósofos que estudam e comentam sobre política e sistemas políticos podem buscar melhorar a eficácia do governo e da administração da justiça. A filosofia moral se aplica às decisões éticas cotidianas dos indivíduos, bem como a enormes questões nacionais de ação moral, como a guerra ou problemas ambientais. Mais recentemente, a filosofia e a psicologia experimental crescem cada vez mais interligadas, já que os filósofos exploram as questões mais profundas da consciência. A filosofia, portanto, pode ajudar a responder perguntas cruciais sobre como nossas mentes e cérebros funcionam.

Aplicações práticas da sociologia

A sociologia aplica métodos científicos para o estudo dos fenômenos e dos problemas sociais. Assim, oferece um método empírico e sistemático para resolver os enigmas mais perplexos em face à civilização humana. Por exemplo, alguns sociólogos estudam os efeitos da privação em crianças e identificam maneiras de quebrar o ciclo de pobreza. Outros estudam locais de trabalho e outras instituições sociais para observar e chegar a conclusões sobre como as pessoas interagem com o intuito melhorar as nossas relações com o outro. Já que todos nós vivemos dentro de uma sociedade, a sociologia é de extrema relevância para todos e pode servir para desmistificar o funcionamento fundamental das estruturas sociais em que passamos nossas vidas.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível