Difusão Cultural durante a História Mundial

Escrito por john yargo | Traduzido por ritaciro cavalcante
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Difusão Cultural durante a História Mundial
A difusão cultural é uma das explicações das semelhanças entre as civilizações europeias e as americanas nativas. (pictographs native american art indian nature time image by Paul Retherford from Fotolia.com)

Cunhado em 1940 por Alfred L. Kroeber (1876-1960), o termo "difusão cultural" é um conceito usado em história mundial. Kroeber foi um professor da Universidade de Stanford e ficou conhecido como o "pioneiro da antropologia estadunidense". A difusão cultural explica como artefatos, língua e ideias coincidem em duas ou mais culturas.

Outras pessoas estão lendo

Definição

Difusão cultural é a explicação de como itens e ideias se espalham de uma cultura a outra. Há vários tipos de difusão cultural, incluindo difusão de expansão, que descreve como uma ideia ou aspecto se torna dominante em uma área e como sua influência se expande por ela; difusão de relocação, em que como uma ideia ou aspecto da cultura se move de uma área a outra, deixando apenas um rastro de seu ponto inicial; e difusão por contágio, em que a difusão é causada pelo contato direto e constante entre culturas diferentes.

Origens

O termo foi usado pela primeira vez pelo geógrafo e físico alemão Franz Boas (1858-1942). Em seu campo arqueológico no noroeste americano, Boas decidiu que os dois conceitos de difusão e modificação explicavam muitos fenômenos culturais, como o porquê da cultura e religião dos índios americanos serem afetados pela localização e proximidade a outras culturas. Kroeber, aluno de Boas e co-fundador do departamento de antropologia da Universidade de Berkeley em 1901, inventou o termo e o popularizou nos círculos acadêmicos.

Métodos de Difusão

A difusão cultural pode ocorrer em três formas principais: direta com violência, direta sem violência (conhecida também como difusão forçada) e indireta. Quando uma ideia ou aspecto é difundida diretamente, ela pode ocorrer com ou sem violência. Por exemplo, uma difusão forçada acontece quando uma cultura conquista ou invade outra, trazendo consigo muitas crenças, artefatos e conceitos. A difusão direta sem violência é quando uma ideia ou aspecto da cultura move de um grupo a outro, por causa do contato entre culturas. A difusão indireta acontece quando um artefato ou um aspecto cultural se move com a ajuda de um intermediário.

Teorias da Difusão

Estudiosos de difusão cultural, como J.P. Mallory e Clark Wissler, desenvolveram distinções entre as teorias. A difusão heliocêntrica propõe que todas as culturas se originaram de uma única civilização. O antropólogo Peter J. Hugill propõe a teoria da difusão evolucionária, em que uma inovação específica coincide através de todas as culturas, o que explica como uma ideia ou inovação surge simultaneamente em várias culturas.

Críticas

James M. Blaut (1927-2000), um professor de geografia e antropologia da Universidade de Illinois, critica a difusão cultural, alegando que tal ideia tem qualidades etnocêntricas, sugerindo que "sociedades com estilo europeu" seriam mais avançadas que outras sociedades "primitivas".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível