Dosagens de Concerta e Adderall

Escrito por edward j. lamb | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Os remédios Concerta e Adderall contêm princípios ativos diferentes, mas ambos são indicações aprovadas pela "U.S. Food and Drug Administration" para o tratamento do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade em crianças e adultos. O Concerta, vendido pela Ortho McNeil Janssen em forma de comprimidos, contém o estimulante metilfenidato. O Aderall é vendido pela Shire, também em forma de comprimidos, mas contém uma mistura de sais de anfetamina. Pacientes tomam doses diárias maiores de Concerta que de Adderall, mas pacientes tomam o segundo mais frequentemente que o primeiro. Ambas as medicações apresentam potencial para vício e uso abusivo.

Outras pessoas estão lendo

Dose diária de Concerta

Pacientes tomam uma dose de Concerta por dia. As informações de prescrição do remédio recomendam que todas as crianças iniciem o tratamento com uma dosagem de 18 mg. Adultos podem iniciar o uso com uma dosagem de 18 ou de 36 mg. Caso a criança não demonstre sinais de melhora com 18 mg e não apresente efeitos colaterais sérios, elas podem começar a tomar doses diárias de 36 ou 54 mg. Adultos que precisem de mais medicação - e que possam tomá-la de forma segura - podem ter sua dosagem aumentada para 72 mg. Os médicos devem prescrever aumentos da dosagem diária em incrementos de 18 mg.

Dicas de dosagem do Concerta

Os pacientes devem engolir os comprimidos de Concerta inteiros com um copo de água ou outra bebida não alcoólica. O comprimido pode ser ingerido com ou sem alimentos. Crianças nunca devem tomar mais de 54 mg de Concerta em um período de 24h e adultos nunca devem tomar mais de 72 mg no mesmo período. Sinais e sintomas de superdose de Concerta incluem espasmos, convulsões, vômito, agitação extrema, taquicardia, confusão mental e alucinações.

Avisos e efeitos colaterais do Concerta

As informações de prescrição do Concerta incluem um aviso em negrito, dentro de um quadro, que afirmam que o remédio "deve ser dado com cuidado a pacientes com histórico de dependência de álcool ou outras drogas. O uso abusivo crônico pode levar a tolerância e dependência psicológica, com graus variados de comportamento anormal". Crianças com menos de seis anos não devem tomar Concerta e pessoas de qualquer idade que sofram de transtorno de ansiedade, transtorno de tiques ou glaucoma não devem jamais ingerir o remédio. Pacientes precisam interromper remédios antidepressivos classificados como inibidores de monoaminoxidase (IMAOs) por pelo menos duas semanas antes de começar a ingerir Concerta. IMAOs geralmente receitados incluem isocarboxazida (Marplan da Validus) e selegilina (e.g., Zelapar da Valeant). Os efeitos colaterais mais comuns entre crianças que usam o Concerta são dores na parte superior do estômago, vômitos, febres, dores de garganta, irritação nasal, falta de sono e tontura. Adultos usando Concerta frequentemente queixam-se de perda de apetite, insônia, aumento de ansiedade e irritabilidade, dores de cabeça, boca seca, perda de peso e sudorese excessiva.

Dosagem diária de Adderall

Pacientes com mais de seis anos tomam o Adderall duas ou três vezes ao dia. A dosagem inicial recomendada para crianças com menos de seis anos é de 2,5 mg por dia. Crianças mais velhas e adultos podem tomar 5 mg de Adderall uma vez ou mais por dia ao iniciar o tratamento e aumentar a dosagem para 40 mg por dia caso necessário e se não houverem efeitos colaterais graves. Os aumentos da dosagem diária devem vir em incrementos de 2,5 mg a 5 mg.

Dicas de dosagem do Adderall

Os pacientes devem tomar seus primeiros comprimidos de Adderall ao acordar pela manhã. Eles podem tomar o remédio durante um lanche ou refeição mas não pouco antes de dormir. As informações de prescrição do Adderall aconselham os prescritores a remover periodicamente a medicação para verificar se os pacientes continuam a necessitar do remédio para controlar o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade e para minimizar o risco de dependência. Os pacientes geralmente não devem tomar mais de 40 mg desse remédio por dia. Superdoses podem causar agitação, hiperventilação, pânico, agressividade, alucinações, tremores, quedas ou aumentos perigosos na pressão sanguínea, vômitos, diarreia e convulsões.

Avisos e efeitos colaterais do Adderall

Como no caso do Concerta, as informações de prescrição do Adderall avisam sobre o potencial do remédio para o abuso e dependência e afirmam que ele não pode ser ingerido ao mesmo tempo que um IMAO. Ao contrário do Concerta, o Aderall pode ser receitado para crianças de três anos ou mais e não deve ser usado por pacientes com artérias enrijecidas, doenças cardiovasculares, pressão sanguínea alta, transtornos de pânico e de tiques. Uma pequena quantidade de pacientes morreu subitamente após tomar o Adderall. Outros efeitos colaterais comuns incluem taquicardia, insônia, tontura, boca seca, perda de apetite e pressão sanguínea alta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível