Efeitos negativos dos pesos para pernas

Escrito por s.f. heron | Traduzido por bruno laget
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos negativos dos pesos para pernas
Veja porque pode não ser uma boa idéia usar pesos em exercícios aeróbicos (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

A maioria de nós já viu pessoas diligentemente caminhando ou correndo com pesos amarrados nas pernas. Não há dúvidas de que a pessoa está aumentando a dificuldade do exercício, mas também é provável que ela esteja criando lesões. Esses pesos, de 0,5 a 2,5 kg, são presos com velcro ou fechos e devem ser usados - se é que são para serem usados - durante a atividade aeróbica sob os cuidados mais rigorosos. Vamos ver porque é melhor usar pesos para aumentar a resistência durante exercícios mais estacionários - como levantamento de pernas e panturrilhas - no lugar da atividade aeróbica

Outras pessoas estão lendo

A maneira de andar

O movimento de um passo envolve todo o corpo, mas a maior parte do movimento incide sobre a parte abaixo da cintura. Todos temos um padrão de caminhada e repetimos nossos passos muitas vezes por dia, sem pensar a respeito. Prender pesos no tornozelo altera a cadência regular do nosso modo de caminhar, correr ou fazer jogging. O aumento de peso nos obriga a pisar com a ponta dos pés de forma diferente, como se a distância entre os pés e o chão diminuísse com a adição de pesos de perna. Com isso, o passo é provavelmente reduzido e a forma de por o pé no chão também se altera. Todas essas mudanças são um convite a uma lesão.

Tensão nas juntas, ligamentos e tendões

As pernas e pés possuem tendões, ligamentos e articulações que nos ajudam a mover-nos livremente durante nossos exercícios e atividades diárias. Quando adicionamos pesos, colocamos tensão adicional nas juntas, tendões e ligamentos. Considere o pé. Adicionar um peso de 1 kg ao tornozelo torna mais pesado colocar o pé no chão, exigindo dos tendões e ligamentos mais tensão para absorver o impacto. Mais tensão é posta nos tendões e ligamentos para cada parte do corpo envolvida em dar um passo à frente. Ferir ou romper um ligamento resultará em muitos dias, se não semanas, de recuperação.

Danos ao joelho

Adicionar pesos ao tornozelo também faz com que o joelho absorva o peso somado de cada passo. Pense em como nossos joelhos funcionam quando damos alguns passos em uma sala.O joelho é o fulcro na medida em que nossos pés (e o peso dos tornozelo) são puxados ao longo de cada passo. Nossos joelhos também absorvem muito do impacto ao pisarmos o chão com os pés. Adicionar pesos na parte inferior das pernas criará tensão nos joelhos a cada passo.

Por segurança, vá devagar

Se deseja tentar usar pesos de perna com exercício aeróbico, comece gradualmente e vá progredindo bem devagar. Comece com um peso leve, não mais do que 200 g em cada perna, e ande ou caminhe mais devagar do que seu ritmo normal. Aumente gradualmente sua velocidade enquanto você se adapta ao peso extra. De fato, os hospitais da Universidade de Iowa recomendam nunca usar pesos com mais de 1/2 kg durante um exercício aeróbico. Não se esqueça: quando aumentar o peso, reduza a velocidade e acelere devagar.

Torne seus exercícios mais eficientes sem usar pesos

Dado o risco de danos, é melhor guardar os pesos de tornozelo para exercícios estacionários, como levantamento e extensão de pernas. Para exercícios aeróbicos, aumente sua velocidade durante a caminhada, corrida ou jogging. Você também pode aumentar o tempo ou a distância percorridos. De acordo com o Internet Fitness, os benefícios dos pesos de tornozelo em sua rotina de exercícios são desprezíveis quando comparados com os riscos de lesões associadas, por isso todo cuidado é pouco.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível