Como engravidar sem ter relações sexuais?

Escrito por barbara diggs | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como engravidar sem ter relações sexuais?
Há duas maneiras de engravidar sem ter relações sexuais (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Nos tempos dos seus pais e avós, a ideia de engravidar sem ter relações sexuais era considerada uma piada. Hoje em dia é bastante comum. Casais que têm problemas de fertilidade, mulheres solteiras que desejam ter um bebê e lésbicas são exemplos típicos de pessoas que podem querer engravidar sem ter relações sexuais. Isso pode ocorrer de duas formas: por meio de inseminação artificial ou fertilização in vitro (FIV). A inseminação artificial é quando o esperma é injetado diretamente no seu sistema reprodutivo perto do tempo de ovulação. O processo da FIV é quando o óvulo e o esperma são combinados no laboratório e quaisquer óvulos fertilizados resultantes são transferidos de volta para o útero.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Visite um médico especializado em tecnologia de reprodução assistida. O médico, tipicamente chamado de endocrinologista a ajudará a decidir qual procedimento é mais apropriado para você. A inseminação artificial é usualmente considerada mais apropriada quando não há problemas conhecidos de fertilidade. A fertilização in vitro é comumente usada quando há um problema identificado no sistema reprodutor do homem ou da mulher ou quando houve mais de uma tentativa com inseminação artificial e a mulher não conseguiu engravidar (mesmo que não haja problemas identificados de fertilidade).

  2. 2

    Escolha um doador para o esperma. Já que ambos os métodos exigem que o esperma seja unido com o óvulo por meios artificiais, um homem deve estar de acordo sobre contribuir com o seu esperma para permitir a concepção. O doador pode ser seu marido, parceiro ou um amigo que tenha concordado em ajudar. O doador também pode ser alguém anônimo que você tenha escolhido por meio de um banco de espermas.

  3. 3

    Se submeta ao procedimento. Nenhum dos procedimentos ocorre em apenas um dia, pois você é estritamente monitorada pelo seu médico por meio do seu ciclo menstrual, para saber exatamente quando seus óvulos estarão prontos para serem fertilizados com o esperma injetado ou para serem extraídos e unidos com esperma em um laboratório. A FIV é um processo especialmente demorado já que, na maioria dos casos, você toma medicamentos para a fertilidade na forma de injeções de hormônio, o que exige que o seu ciclo seja monitorado por até seis semanas antes da real extração/fertilização.

  4. 4

    Espere pelos resultados. Como no caso da concepção natural, você saberá se está grávida ou não apenas duas semanas após a ovulação. No caso da fertilização in vitro, você terá que usar hormônios artificiais por duas semanas depois que os óvulos fertilizados forem transferidos de volta para o seu útero. Esses hormônios são essenciais para sustentar a concepção, se ela ocorrer.

Dicas & Advertências

  • No geral, o índice de sucesso para a inseminação artificial é de aproximadamente 30% a 40% e para a FIV é de 25% a 35%. Contudo, muito depende da existência e da natureza de um problema com a fertilidade, sua idade e também a experiência do seu médico. Certifique-se de perguntar ao médico qual o seu índice de sucesso pessoal.
  • Ambos os procedimentos são caros e podem não ser cobertos pelo seu plano de saúde. Nos Estados Unidos, a inseminação custa entre R$ 2.000 a R$4.000 por ciclo, e a fertilização custa aproximadamente R$34.000 por ciclo, incluindo as medicações para fertilidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível