Ensinando redações narrativas a pré-adolescentes de 12 anos

Escrito por abby slutsky | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ensinando redações narrativas a pré-adolescentes de 12 anos
Conhecer a sua história é o primeiro passo para escrever uma narrativa. (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Apesar de que escrever uma narrativa possa parecer esmagador para um pré-adolescente de 12 anos, isso não é difícil se o aluno compreende o que distingue uma redação desse tipo das outras. A redação narrativa é uma história que o autor conta. Ela normalmente gira em torno de um evento memorável que se destaca na mente do autor e geralmente é escrita em primeira pessoa.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Ajude o pré-adolescente a identificar experiências memoráveis ​​em sua vida. Muitas vezes, eles têm dificuldade em encontrar um tema ou história. Encoraje-o a pensar em uma experiência memorável da escola, de um acampamento ou da equipe de esportes. Por exemplo, sair de férias com a família ou vencer um concurso podem ser temas para uma redação narrativa.

  2. 2

    Pergunte ao pré-adolescente por que a história é memorável. Talvez ele tenha aprendido uma lição com ela ou ela mudou a relação que ele tinha com outra pessoa. Isso ajudará a determinar o objetivo da história para, então, o aluno explicar porque ela é importante e prender o interesse do leitor no parágrafo de abertura.

  3. 3

    Pense em detalhes e instrua o pré-adolescente a fazer notas para escrever um rascunho da história. Encoraje-o a responder a perguntas dos jornalistas: "quem", "o quê", "onde", "quando," por quê" e "como" para ajudá-lo a lembrar do máximo de detalhes possível.

  4. 4

    Ensine o estudante a peneirar seus exercícios de imaginação para selecionar as informações de que precisa para criar o ensaio. Use essas informações para fazer um esboço, lembrando-se de manter um tópico por parágrafo.

  5. 5

    Mostre ao pré-adolescente como criar uma introdução com um gancho para capturar a atenção do leitor. De acordo com o Beacon Learning, ele deve fornecer informações básicas, informar o leitor sobre o tema central, dar pistas sobre informações futuras e retratar o quadro geral da história.

  6. 6

    Peça ao aluno para escrever o corpo do rascunho fornecendo detalhes da história. A conclusão deve reiterar a importância dela, para que o leitor leve tempo para refletir sobre o seu significado. Incentive o estudante a usar transições para que a história flua suavemente e cada seção se una.

  7. 7

    Leia o projeto e peça ao pré-adolescente para fornecer informações adicionais que possam ser necessárias. Diga ao aluno para incluir detalhes que façam o leitor sentir como se estivesse experimentando o evento. Aponte onde detalhes multissensoriais e verbos específicos podem ser mais fortes para ajudar o leitor a visualizar o evento. Por exemplo, incorpore o cheiro, a sensação e o gosto de itens sempre que possível. Mostre ao estudante que o diálogo pode ajudar a fazer o leitor sentir como se a atividade estivesse ocorrendo no presente. Certifique-se de que o diálogo seja breve e direto.

  8. 8

    Aconselhe o aluno a ler o ensaio para identificar onde pode ficar mais forte. Se ele escreveu a redação à mão, então deve digitar a versão final em um computador. Se o rascunho já estiver em um computador, ele pode revisar a gramática e os erros de conteúdo, mas pode querer fazer uma cópia do rascunho para que as duas versões possam ser comparadas após a revisão. Mesmo depois de a narrativa ser revista, ele deve lê-la uma última vez.

Dicas & Advertências

  • Dê ao aluno algumas amostras de ensaios narrativos bem escritos.
  • Incentive o estudante a deixar alguém revisar o trabalho. Um escritor preenche naturalmente a falta de informações em sua mente, mas uma pessoa não familiarizada com a história não faz isso.
  • Deixe o aluno contar a história oralmente antes de escrevê-la. Isso pode ser prático em um pequeno grupo, mas pode ser mais difícil se você está ensinando um grande grupo a como escrever uma narrativa.
  • Evite usar "disse" de forma redundante. Tente usar palavras como "murmurou", "gritou" e "declarou" para que digam ao leitor como a pessoa está falando.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível