Como ensinar inglês no Brasil

Escrito por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como ensinar inglês no Brasil
O Brasil é um dos países cuja demanda para professores de inglês aumentou nos últimos anos (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Com a chegada de eventos internacionais ao Brasil (sobretudo a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos), falar inglês se tornou uma obrigação para muitos brasileiros. É também uma oportunidade de ouro para professores que querem ensinar inglês no Brasil. Não é à toa que muitos profissionais estão vindo ao País para aproveitar a demanda. Para o ensino apropriado, é preciso diferenciar os níveis dos estudantes. Afinal, não adianta oferecer conteúdo de ensino fundamental para alunos que já têm domínio da língua. Confira essas e outras dicas para ensinar inglês no Brasil.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Certificado de exame de proficiência (TOEFL ou IELTS) ou diploma na área
  • Material didático
  • Material de apoio (livros, gibis e DVDs)
  • Computador
  • Acesso à Internet

Lista completaMinimizar

Instruções

    Profissionais brasileiros

  1. 1

    Para que o profissional brasileiro esteja habilitado a dar aulas de inglês no País, é preciso ter uma certificação internacional na área. Basicamente, é necessário ter algum exame de proficiência. Os mais famosos são o TOEFL e o IELTS. São testes reconhecidos no mundo todo que avaliam quatro habilidades básicas: escrita, fala, audição e leitura.

  2. 2

    Com o certificado do exame de proficiência será possível dar aulas particulares ou em parceria com escolas de idiomas. Como a demanda por professores aumentou nos últimos anos, muitas escolas foram abertas, estimulando o ingresso de novos profissionais nesse mercado. Conta pontos positivos se o candidato tiver, além do certificado TOEFL ou IELTS, alguma experiência em países de língua inglesa.

    Profissionais estrangeiros

  1. 1

    O primeiro passo para profissionais estrangeiros que queiram dar aula no Brasil é estar com o visto de trabalho em situação regular no País. As diferentes modalidades de vistos para estrangeiros podem ser consultados no site do Itamaraty - www.portalconsular.mre.gov.br>

  2. 2

    Depois de comprovada a situação legal no País, o estrangeiro deve revalidar seu diploma de graduação ou pós-graduação. O processo é acompanhado pelo MEC (Ministério da Educação).

  3. 3

    A legislação brasileira afirma que apenas universidades públicas podem revalidar os diplomas. Assim, o estrangeiro deve procurar uma universidade federal ou estadual e apresentar cópias do diploma a ser revalidado, cópia do passaporte, conteúdo do curso e histórico escolar além de uma taxa para despesas administrativas, que varia de instituição para instituição. Uma comissão formada pela universidade avalia os documentos e dá o parecer final. Em alguns casos, a ela pode exigir exames e provas adicionais.

  4. 4

    O processo de revalidação pode levar até seis meses. Depois disso, se o diploma for revalidado, o estrangeiro está livre para dar aulas particulares e em instituições privadas, como universidades e escolas de idiomas. Será possível também participar de concurso público para dar aula em universidades estaduais e federais de todo o território nacional.

    Metodologia

  1. 1

    Depois de reunir o grupo de alunos ou estudantes particulares, o professor deve dividir o grupo de acordo com os conhecimentos que eles já têm. Basicamente, há três grandes grupos: básico, intermediário e avançado.

  2. 2

    É importante confiar em um livro didático que contenha a gramática adequada e opções de leitura. Uma ideia para deixar as aulas mais dinâmicas é apostar na leitura em conjunto ou na leitura encenada em forma de teatro.

  3. 3

    Usar recursos de apoio para o ensino do inglês pode tornar o aprendizado mais divertido. Experimente usar músicas e fazer os alunos escreverem as letras ou completarem palavras faltantes. Filmes e seriados também ajudam a praticar a audição e entendimento do inglês.

  4. 4

    Uma aula só estará completa a partir do estímulo à fala. Os alunos devem tentar, sempre que possível, se comunicar em inglês. Só assim o aprendizado se consolida.

  5. 5

    Um bom professor de inglês vai valorizar lições de casa para que os alunos apliquem o conhecimento fora da sala de aula. Outra ideia é estimular os estudantes a manterem conversas com nativos via Internet.

Dicas & Advertências

  • Softwares como o Skype ajudam na hora de interagir com pessoas que têm o inglês como idioma materno. Professores familiarizados com essa ferramenta podem promover conversas com pessoas que morem na Inglaterra ou nos Estados Unidos, por exemplo.
  • Vídeos do YouTube totalmente em inglês também podem ser uma boa fonte de aprendizado.
  • Os preços das aulas particulares variam e dependem da experiência e bagagem cultural do professor. Nas capitais, os preços cobrados giram em torno de R$ 50 a R$ 200 a hora-aula.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível