Ervas que contraem os vasos sanguíneos

Escrito por maria z. price | Traduzido por thaís dalariva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ervas que contraem os vasos sanguíneos
A constrição dos vasos sanguíneos pode ser induzida por algumas ervas (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

A constrição dos vasos sanguíneos, ou vasoconstrição, é a forma natural do corpo de aumentar a pressão arterial. De acordo com a empresa farmacêutica Merck, quando as artérias se contraem, suas paredes se tornam mais estreitas. Portanto, a mesma quantidade de sangue passa por um espaço menor, o que faz aumentar a pressão sanguínea. A constrição dos vasos sanguíneos pode ser uma resposta ao estresse. Ela também pode ser induzida por certas ervas.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de ervas

Subhuti Dharmananda, Ph.D. e diretor do Instituto de Medicina Tradicional em Portland, Oregon, compilou uma lista de ervas que aumentam a pressão arterial em seu artigo, "Safety Issues Affecting Herbs: Herbs that May Increase Blood Pressure" (Questões de segurança ssobre ervas: Ervas que podem aumentar a presão sanguínea). A lista completa inclui: anis, erva-de-são-joão, pimentão, salsa, cohosh preto, verbena, pimenteiro-bravo, myrica, alcaçuz, gengibre, ginseng, éfedra, Pau d'Arco, tussilagem, genciana, cola alcaloides, arbustos alcaloides, aminas cálamo e guaraná.

Comidas que as contém

Muitas dessas ervas são usadas na medicina alternativa. No entanto, algumas aparecem em alimentos comuns. Gengibre é encontrado em produtos de panificação e muitos pratos asiáticos. Também pode ser adicionado a marinadas e molhos para saladas. Salsa é um tempero comum. É frequentemente usada para adicionar cor aos pratos de restaurante. Se estiver jantando fora, pergunte se é possível tirar a salsa. Se estiver cozinhando, tente substituí-la por outro tempero, como manjericão ou tomilho. O alcaçuz é normalmente fácil de evitar, uma vez que é encontrado principalmente em doces e licores.

Suplimentos

A maioria dessas ervas está disponível na forma de suplementos. Muitas delas podem ajudar a aliviar algumas condições. Se você está atualmente tomando algum desses suplementos à base de plantas, verifique com seu médico se possui risco de pressão arterial elevada. Ginseng e éfreda também são ingredientes comuns em pílulas de dieta e bebidas energéticas ou suplementos. Se você consome qualquer um desses produtos, não deixe de agendar exames regulares para verificar a pressão sanguínea.

Chás de ervas

Alguns chás de ervas são vendidos como uma mistura de várias ervas diferentes. Portanto, os ingredientes podem não ser tão óbvios, como uma determinada marca de chá de gengibre, por exemplo. Se você bebe chás de ervas, não se esqueça de verificar os rótulos dos produtos ou perguntar ao varejista exatamente o que tem neles. Chás de ervas, assim como suplementos, não são regulamentados, então procure, também, perguntar a seu médico se há perigos associados ao seu consumo regular.

Sintomas

Normalmente não há sintomas de pressão arterial, alta ou baixa, até que um grave problema médico ocorra. Portanto, seu médico deve monitorar regularmente a sua pressão arterial. Se você sofre de pressão alta, é bom evitar as ervas mencionadas anteriormente. Por outro lado, se você sofre de pressão arterial baixa, converse com seu médico sobre as opções naturais à base de plantas para aumentar a pressão arterial.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível