Diferenças entre potência e eficácia

Escrito por kamryn adams | Traduzido por aline cortez
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre potência e eficácia
Potência e eficácia se referem a aspectos diferentes de uma medicação

Os termos "potência" e "eficácia" são, com frequência, utilizados indiscriminadamente ao falar sobre medicamentos. No entanto, são termos distintos que se referem a aspectos diferentes. Uma droga potente não é sempre a mais eficaz. Da mesma forma, muitas drogas com alta eficácia apresentam baixa potência.

Outras pessoas estão lendo

Definições

A potência é a relação entre a dose e o efeito terapêutico, ou seja, a força da droga. Um medicamento é considerado potente quando uma pequena quantidade é suficiente para alcançar o efeito pretendido. A eficácia é a capacidade de produzir o efeito terapêutico desejado. Isso significa que a droga é efetiva. Quando se comparam duas drogas que funcionam da mesma maneira, a de menor dose é a mais potente mas ambas têm a mesma eficácia.

Importância

Um medicamento deve ter eficácia comprovada para ganhar aprovação da ANVISA. Todas as drogas aprovadas têm níveis de eficácia demonstrados. A potência é importante no que diz respeito aos efeitos colaterais. Doses menores e menos potentes tendem a causar menos efeitos indesejados, proporcionando ainda o efeito terapêutico pretendido.

Considerações

Ao escolher medicamentos, médicos devem considerar tanto a eficácia quanto a potência da droga. Embora uma medicação possa ser mais eficaz, pode provocar mais efeitos colaterais, maior toxicidade e custar mais caro. A escolha de uma droga mais potente ou menos efetiva depende do estado da doença, da tolerância do paciente à medicação e da experiência do médico.

Ideias equivocadas

Pensa-se comumente que drogas mais potentes são mais efetivas. O fato de menor quantidade de uma droga ser suficiente para alcançar um efeito não significa uma maior eficácia. Por exemplo, tanto 500 mg de paracetamol quanto 200 mg de ibuprofeno acabam com a dor de cabeça. Embora o ibuprofeno seja mais potente por apresentar resultado com uma dose menor, as duas drogas eliminam a dor de cabeça, logo, ambas são igualmente eficazes.

Exemplos

Classes de drogas de alta potência incluem medicamentos quimioterápicos, anti-hipertensivos (pressão sanguínea) e antilipêmicos (colesterol).

Classes de drogas de alta eficácia são analgésicos (dor), antibióticos, anti-histamínicos e descongestionantes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível