Como escrever uma carta de demissão por motivos pessoais

Escrito por christina schnell | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever uma carta de demissão por motivos pessoais
Uma demissão raivosa ou negativa faz com que você pareça impulsivo e pouco profissional (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Os motivos pelos quais você se demite são menos importantes do que a formulação de sua carta de demissão. Se você conseguiu outro emprego com melhor remuneração ou se não suporta seu supervisor atual, é tentador escrever uma carta ríspida e honesta. Infelizmente, essas demonstrações de sinceridade o assombrarão no futuro, durante uma conferência da associação industrial ou quando precisar de uma referência para potenciais clientes. Você nunca sabe de quais pontes precisará no futuro, sendo assim, poupe o seu discurso e deixe a empresa graciosamente e sem desavenças.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Aborde seu supervisor ou representante designado do setor de recursos humanos com uma saudação profissional, como "Prezado Sr. José da Silva".

  2. 2

    Escreva uma ou duas frases breves informando a sua decisão de se demitir e quando pretende deixar a empresa. Um exemplo é "Por favor, aceite minha carta de demissão do cargo de Diretor Adjunto de Vendas da Região Sul. Meu último dia de trabalho nessa empresa será dia [ trinta dias, de acordo com a legislação, é o prazo de aviso necessário]". Algumas empresas podem dispensá-lo do cumprimento do aviso por cortesia profissional.

  3. 3

    Escreva um novo parágrafo declarando, em poucas frases, que o seu pedido de demissão é devido a motivos pessoais. Inclua especificidades somente se suas razões forem verdadeiramente pessoais, como a doença de um dos pais, um novo trabalho do cônjuge ou seu retorno aos bancos escolares. " Minha demissão de meu cargo atual é devida ao meu desejo de prosseguir meus estudos em nível de pós-graduação" Se as suas razões forem mais controversas, basta escrever: "Minha renúncia à minha posição atual é por motivos pessoais". O parágrafo deve ter no máximo três ou quatro linhas. Não é necessário detalhar longamente uma batalha familiar para retornar à sua cidade de origem do outro lado do país.

  4. 4

    Conclua sua carta com uma nota positiva de gratidão, mesmo que não seja esse o seu sentimento atual. Use o exemplo: "Quero agradecer a todos pelas experiências de aprendizagem que tive nessa empresa. Apreciei ser parte do grupo de funcionários do [nome do departamento ou divisão] e trabalhar com [nome do supervisor]". Seja breve, mas otimista, e abstenha-se de fazer comentários negativos sobre seus colegas de trabalho, a organização ou o seu supervisor.

Dicas & Advertências

  • Familiarize-se com a política de demissão de sua organização para que possa reunir seus pertences pessoais, se necessário. Cargos que lidam com dados confidenciais requerem que se desocupe o local de trabalho imediatamente após a apresentação de um pedido de demissão para evitar vazamento de informações.
  • Envie seu pedido de demissão quando estiver calmo. Mesmo a carta mais diplomaticamente redigida deixará um gosto amargo na boca do seu supervisor se você jogá-la sobre a mesa e sair batendo a porta.
  • Abstenha-se de discutir sua demissão com colegas de trabalho caso as razões de sua saída incluam pessoas ou políticas da empresa. Mesmo que eles já estejam cientes dessas questões, esse não é o momento de retomar ou detalhar o assunto.
  • Não fale mal da organização ou de seus funcionários, mesmo em e-mail ou bate-papo instantâneo. A privacidade é limitada em um computador corporativo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível