Mais
×

Exercícios para um labrum do quadril lesionado

Atualizado em 17 abril, 2017

De acordo com informações da Mayo Clinic, o labrum é um anel de tecido fibrocartilaginoso que reveste a articulação do quadril. Lesões do labrum são muito comuns entre atletas de todos os tipos, já que as rápidas mudanças de direção e forças de aceleração requeridas em competições causam um grande estresse sobre o quadril, aumentando a possibilidade de acidentes. Após uma lesão do labrum, você deve aderir a um programa de alongamentos para a articulação do quadril a fim de restaurar a capacidade de movimento adequada, minimizando as chances do incidente ocorrer novamente.

As lesões do labrum do quadril são comuns entre atletas (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Alongamento de pé para o flexor do quadril

Alongue os flexores do quadril regularmente para ajudar seu corpo a se recuperar de uma lesão no labrum. Para realizar um alongamento básico, dê um grande passo para a frente e dobre o joelho e cintura até que sua coxa da frente esteja paralela em relação ao chão. Mantenha a parte da frente e os dedos dos pés no chão, e a perna de trás o mais reta possível durante todo o exercício para aumentar a intensidade do alongamento. Mantenha suas mãos na cintura, equilibrando-se nessa posição com o objetivo de aprofundar ainda mais o alongamento à medida que os músculos flexores do quadril relaxam mais. Com o tempo, você deve gradualmente trabalhar com o seu quadril mais para frente e para baixo, o que alongará o flexor da perna de trás. Mantenha-se nessa posição por entre 30 a 60 segundos de cada vez, repetindo em ambos os lados pela mesma quantidade de tempo para evitar desenvolver um desequilíbrio da flexibilidade.

Alongamento do piriforme

Realize um alongamento do piriforme para trabalhar a articulação do quadril através de sua gama de movimento de rotação. Para realizar esse alongamento, sente-se em uma cadeira com um pé plano no chão e a outra perna cruzada sobre a coxa. Inicie o alongamento inclinando-se para a frente a partir da cintura, mantendo a coluna o mais ereta possível e não deixando a cabeça pender para a frente, o que diminuiria a eficácia do movimento. À medida que se inclina para a frente, você sentirá seu quadril e glúteos serem "puxados". Mantenha-se no pico da posição durante dez a 20 segundos, relaxando por um momento antes de encerrar o movimento, mantendo-se por mais dez a 20 segundos e tentando ir um pouco mais para baixo do que foi capaz durante a primeira parte do alongamento. Levante-se lentamente, invertendo a posição da perna e repetindo o alongamento no outro lado para trabalhar os dois lados do corpo. Realize os exercícios diariamente, ou sempre que sentir o início de uma tensão excessiva na região do quadril.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article