Fatores que guiam os estudantes na escolha da carreira

Escrito por jody hanson | Traduzido por vanessa arnaud
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatores que guiam os estudantes na escolha da carreira
Alguns adolescentes escolhem sua carreira a partir da indecisão (Goodshoot RF/Goodshoot/Getty Images)

A escolha da carreira é uma decisão que afeta o resto da sua visa. Natalie M. Ferry, coordenadora de iniciativas de programas especiais na Universidade da Pensilvânia, conta que este é um fator decisivo na vida dos adolescentes. Independentemente de escolherem trabalhar ou cursar uma faculdade, há fatores que afetam esta decisão.

Outras pessoas estão lendo

Exemplos

Os exemplos influenciam os adolescentes. Se o jovem possui um professor que admira, ou um membro da família que é farmacêutico ou carpinteiro em que ele se espelha, pode optar por seguir a mesma carreira. Estes exemplos também afetam as escolhas dos jovens quando conversam sobre as decisões de carreira, dando sugestões para que reflitam.

Os amigos

Às vezes os jovens escolhem uma carreira simplesmente porque "todos estão fazendo isso". Então, se um adolescente - especialmente se for o líder da turma - decidir ir para o Exército, ele provavelmente pensará que outros colegas irão também. Amigos podem escolher ir para a mesma faculdade estudar artes só para ficarem juntos.

Notas

Largar o ensino médio sem se formar exerce um impacto direto nas possibilidades de carreira. Então, é importante manter as notas no final do ensino médio. Alunos com melhor desempenho possuem chances maiores de conseguir cursar uma faculdade, enquanto aqueles com notas baixas acabam recorrendo a empregos de níveis menores.

Situação financeira

O dinheiro é um fator decisivo nesta escolha, especialmente para os alunos de situação financeira mais precária. Por isso, ainda que o estudante seja inteligente o suficiente para ir para Harvard, a menos que consiga uma bolsa integral, acabará precisando se contentar com uma carreira inferior.

Localidade

Em um estudo com jovens do leste da Austrália, Deidra J. Young constatou que alunos das zonas rural e urbana possuem costumes diferentes em termos de educação. Ainda que sejam brasileiros, os estudantes tendem ver as oportunidades e tomar as decisões de forma diferentes se morarem em São Paulo ou na Bahia.

Orientação

De acordo com Ferry, jovens que escolhem ir para a faculdade em geral receberam mais orientações sobre o futuro profissional do que aqueles que escolheram empregos que não requerem melhor qualificação. Alunos que entram em um curso de quatro anos sabem que não conseguirão trabalhar até se formarem, mas terão mais opções no futuro do que aqueles que pararam no segundo grau.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível