Fatores que influenciam a Política de Dividendos

Escrito por slav fedorov | Traduzido por daniel coutinho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatores que influenciam a Política de Dividendos
Vários fatores influenciam na política de dividendos de uma empresa (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

Dividendos são lucros corporativos distribuídos aos acionistas. Nem todas as empresas pagam dividendos, mas cada empresa tem uma política que se resume em decidir entre paga-los, mantê-los no nível atual, aumenta-los, diminui-los, omiti-los ou eliminá-los. Vários fatores influenciam na política de dividendos de uma empresa.

Outras pessoas estão lendo

Os lucros

A rentabilidade é o fator mais importante na política de dividendos, porque só podem ser pagos com os lucros corporativos. Sem lucro na há dividendos.

Perspectivas de crescimento

Uma empresa de crescimento rápido necessita reinvestir todo o dinheiro gerado pelo negócio. Quando o negócio é de crescimento lento, uma empresa bem estabelecida gera mais dinheiro do que o necessário para fins corporativos e pode decidir compartilhar os lucros excessivos com os acionistas por meio de dividendos.

Aumentando o valor para o acionista

O objetivo final de cada gestão da empresa é gerar lucros para os acionistas. Quando uma empresa está crescendo e o preço das suas ações aumentam, normalmente não há necessidade de pagar dividendos, mas se o crescimento desacelera e os preços congelam, a gestão deve encontrar novas formas de recompensar os acionistas, uma delas é a de pagar dividendos.

Políticas de dividendos anteriores e base de investidores atuais

O conselho de administração tem autoridade exclusiva sobre os dividendos. Na elaboração de uma política de dividendos, o conselho deve ter o histórico de pagamentos em conta. O pagamento de dividendos atrai investidores conservadores orientados aos ingressos que dependem desses honorários para obterem renda. Um corte de dividendos pode alienar a base acionária atual, cuja venda faz com que o preço das ações caiam. A queda constante nos preços, colocam em risco os postos de trabalho de gestão e dos membros do conselho, que espera-se que eles ajudem a aumentar, e não a diminuir o valor das ações. Algumas empresas chegam a pedir empréstimos para continuar pagando dividendos para não ter que enfrentar a ira dos investidores diante de um corte nos dividendos.

As expectativas dos investidores

Os acionistas de uma empresa com um histórico de aumentos de dividendos esperam que o aumento nos lucros continuem. A expectativa dos investidores é de que os acionistas mais novos surpreendam, pois a necessidade de aumentar o dividendo começa a ditar políticas e decisões empresariais.

A sobrevivência da empresa

Se os lucros continuam caindo, a empresa pode não ter outra alternativa a não ser cortar o dividendo para economizar dinheiro. Cortes de dividendos são geralmente considerados o último recurso, entre a falência ou salvar a empresa, o conselho pode optar por um corte de dividendos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível