Como são formados os ventos?

Escrito por andy kirmayer | Traduzido por joao marcos padua filho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como são formados os ventos?
Os ventos são incialmente provocados pelo aquecimento do solo (Michael Blann/Digital Vision/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Influência do Sol

Praticamente todos os ventos no planeta Terra podem ter suas causas atribuídas ao Sol. Como o astro aquece irregularmente a superfície, o ar sobe e desce, resultando em regiões de maior e menor pressão atmosférica. À medida que o ar sobe, a pressão cai e o ar ao redor se move para substituí-lo, gerando vento. Quanto mais forte é a variação de pressão, mais forte será o vento gerado. Isso é chamado de força de gradiente de pressão. Se há uma grande diferença de pressão entre dois pontos distantes, a velocidade do vento será menor do que se esses pontos estivessem próximos.

Força de Coriolis

A maioria dos ventos se move horizontalmente, ou seja, ao longo da superfície. Não é comum que vento fortes se movam para cima e para baixo, com exceção de correntes descentes causadas por tempestades. Geralmente ventos verticais se movem a menos de 2km por hora. Isso é devido à gravidade, que é uma força controladora do movimento vertical do ar. Uma força mais expressiva afeta os ventos, é a chamada força de Coriolis. Pela rotação da Terra, objetos como pássaros, aviões e mísseis são desviados de uma linha reta. Com o vento não é diferente, e ele se move para direita no hemisfério norte e para esquerda no sul. A magnitude do desvio é menor na linha do Equador e maior próximo aos polos.

Atrito

Outros fatores também afetam o comportamento dos ventos. Um bastante conhecido é o atrito, uma influência forte sobre os ventos próximos ao solo. O atrito sempre age de forma contrária à velocidade do vento e ao fluxo do ar. Isso reduz também os efeitos da força de Coriolis, e a atmosfera se ajusta a essa alteração levando o vento a locais de menor pressão. A força de Coriolis e o atrito combinados, e balanceados pela força de gradiente de pressão horizontal, provocam um equilíbrio da atmosfera, o que explica o movimento espiral, ao invés do movimento reto em direção ao interior ou ao exterior presente ao redor de sistemas de baixa e alta pressão.

Jet streams

Com ventos direcionados a áreas de baixa pressão e o fato de que o ar sobe em áreas de baixa pressão, um tempo tempestuoso é resultado da condensação do ar em água ao atingir um determinado ponto na atmosfera. Nuvens e chuva são os resultados. Também com a temperatura afetando diretamente a pressão, uma grande mudança de temperatura pode gerar ventos. "Jet streams" (ou correntes do jato) são áreas de fortes ventos atmosféricos. Elas atravessam continentes inteiros, alimentadas por diferenças de temperatura entre massas de ar quente e frio. Esses ventos atmosféricos são também forças que levam tempestades de oeste para leste.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível