Como funciona o aterramento de motores elétricos

Escrito por jacquelyn jeanty | Traduzido por mariana de mello andré scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona o aterramento de motores elétricos
O aterramento é importante para evitar choques elétricos graves (http://i.ehow.com/, http://www.hammerzone.com/, http://www.ferret.com/au/, http://www.mikeholt.com/)

Outras pessoas estão lendo

Identificação

O conceito do motor elétrico é a conversão da corrente elétrica em energia utilizável, ou mecânica. Mas o que acontece quando essa corrente escapa? Felizmente, há uma função de segurança que lhe protege quando seu equipamento ou eletrodoméstico perde o controle de sua corrente elétrica, chamada de fio terra. Seu nome vem de sua fonte -- a terra. Os sistemas elétricos foram feitos para usar o campo magnético da terra, dirigindo a corrente excedente para ela. Assim sendo, a maioria das tomadas residenciais e comerciais possui dois pinos para a corrente e outro pino entre eles, que se conecta ao fio terra, que liga a edificação à terra. Desta forma, caso ocorra um curto-circuito, a corrente excedente é drenada por este fio.

Como funciona o aterramento de motores elétricos
O aterramento leva a corrente excedente para a terra

Função

O motor elétrico de um eletrodoméstico, por exemplo, é projetado com propriedades isolantes, que são feitas para absorver a fuga de corrente elétrica do aparelho. Infelizmente, esse isolamento nem sempre funciona, especialmente em casos em que um fio com tensão entra em contato com a caixa metálica do eletrodoméstico. Quando isso acontece, todo o eletrodoméstico se transforma em um condutor de eletricidade, e qualquer pessoa que encostar nele passa a ser a fonte, ou terra, da corrente excessiva. Se o aparelho estiver ligado em um circuito aterrado, essa corrente será direcionada para o fio terra, que vai da edificação até a terra. A pessoa que encostar no aparelho sentirá um choque leve. Sem um circuito aterrado, ela pode sofrer queimaduras severas, ou até mesmo ser eletrocutada. Além de redirecionar as correntes excessivas, os fios terra também desarmam o disjuntor diferencial, que é um dispositivo de segurança que desarma o circuito caso ele sofra uma sobrecarga.

Como funciona o aterramento de motores elétricos
O aterramento consiste em um circuito que é ligado à terra

Tipos

Quando um dispositivo com motor elétrico apresenta problemas, há uma mudança na quantidade de corrente que passa pelo circuito. Os disjuntores diferenciais verificam as correntes do circuito e detectam quaisquer mudanças. Se estiver fluindo corrente excessiva, ou se ela diminuir demais, este dispositivo corta a energia daquele circuito. Há três formas de uso desses dispositivos: portátil, de receptáculo ou ao lado do disjuntor principal. Os dispositivos portáteis são os modelos pequenos, plásticos, que se conectam diretamente à tomada. Em vez de ligar o aparelho diretamente à tomada, ele se liga ao dispositivo portátil. O modelo de receptáculo cabe em uma caixa de tomada comum, e é feito para substituir a tomada. O modelo de instalação ao lado do disjuntor principal foi feito para funcionar ao lado dos circuitos elétricos de uma caixa de força, protegendo circuitos determinados. Caso haja um surto ou mudança de corrente, ele desligará o circuito em questão, cortando a corrente entre ele e a tomada.

Como funciona o aterramento de motores elétricos
Os disjuntores portáteis são ligados entre o aparelho e a tomada, e os de receptáculo substituem a tomada

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível