Habitats da píton burmesa

Escrito por naomi bolton Google | Traduzido por tiago alves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Habitats da píton burmesa
As pítons burmesas são frequentemente criadas como animais de estimação, mas, quando abandonadas, podem se tornar um problema (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

A píton burmesa habita pântanos de grama alta e florestas do Sudeste Asiático. Esta atraente serpente constritora é uma das maiores cobras do mundo, podendo atingir 23 metros e pesar até 200 kg. As pítons burmesas adultas chegam a ter o diâmetro de um poste telefônico. As mais jovens preferem viver penduradas em árvores, enquanto as pítons mais velhas e pesadas passam a maior parte do seu tempo no chão da floresta. Em seu habitat natural, elas são vistas frequentemente em rios e córregos, onde podem permanecer submersas por até meia hora.

Outras pessoas estão lendo

Habitats diversos

As constritoras burmesas podem habitar diversas regiões e são encontradas principalmente na Indochina, no sul da China, na Birmânia, em Bornéu, em Sumatra, em Java e na ilha de Celebes. O habitat deste tipo de píton é bastante variado e inclui áreas montanhosas, florestas secas e savanas. Esses locais podem ser úmidos (como as florestas tropicais) ou áridos (como as áreas de seca sazonal do Nepal). As pítons burmesas são altamente adaptáveis e prosperam como espécie em ambientes distintos, mas são muito dependentes de uma fonte permanente de água.

Locais de brumação

As pítons burmesas setentrionais cavam buracos às margens de rios, em árvores ocas e áreas protegidas por grandes pedras onde possam realizar seu processo de brumação (tipo de hibernação realizada por répteis). Este processo no qual elas passam os meses mais frios em um estado inativo também prepara os órgãos reprodutores de ambos os sexos para a próxima época de reprodução. A brumação é uma parte essencial da existência da píton burmesa, de modo que encontrar um local adequado para passar o inverno é muito importante para esta espécie.

Habitats aquáticos

Embora a píton burmesa seja principalmente encontrada em planícies costeiras, florestas tropicais, manguezais e várzeas, esta espécie de serpente constritora pode ser vista nadando e descansando perto de outras fontes de água como olhos d’água, lagos e rios.

Pítons introduzidas

As pítons burmesas introduzidas na Flórida já se encontram firmemente estabelecidas e constituem uma verdadeira ameaça para a fauna nativa da região. Estas pítons indesejadas estão migrando para o norte através da península da Flórida. Elas são adaptáveis a diferentes habitats e, portanto, capazes de sobreviver em ambientes diversos. De acordo com pesquisadores do Everglades National Park (Parque Nacional de Everglades), acredita-se que esta constritora pode se espalhar por parte do sudeste dos Estados Unidos. Essas gigantes da Flórida, por possuírem uma grande diversidade alimentar, são predadoras de vários animais, incluindo os jacarés americanos, veados de cauda branca, linces e animais domésticos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível