Quais são os maiores países produtores de esmeraldas?

Escrito por sue mccarty | Traduzido por lynn blanch
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os maiores países produtores de esmeraldas?
A maioria das esmeraldas é usada em joias (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Esmeraldas, e não diamantes, são os melhores amigos da mulher, de acordo com “Gemstone.org”. As gemas são consideradas assim devido à escassez de pedras perfeitas. Ao contrário dos diamantes, uma esmeralda com inclusões (jardins), ou pequenas fraturas dentro da pedra, são consideradas parte da personalidade e são evidências de que a esmeralda é verdadeira. Elas são extraídas em todo o mundo, incluindo a América do Norte, mas a maioria das gemas de qualidade e pedras finas é constantemente encontrada e produzida em poucos locais.

Outras pessoas estão lendo

Colômbia

Desde a era dos Incas, a Colômbia lidera o mundo na produção de esmeraldas. Embora haja mais de 140 jazidas de esmeraldas mapeadas, apenas três estão sendo exploradas. As minas mais antigas estão em Muzo e Chivor e estão ativas desde os tempos pré-colombianos. A mina mais lucrativa financeiramente é Coscuez, respondendo por cerca de três quartos da produção da Colômbia. Esmeraldas colombianas são bem valorizadas, devido às suas profundas cores verdes.

Brasil

Descobertas pela primeira vez em 1920, as esmeraldas brasileiras foram consideradas de menor qualidade do que as da Colômbia e da Zâmbia. No entanto, desde 1980, as minas nos estados da Bahia, Minas Gerais e Goiás têm produzido esmeraldas comparáveis às da Colômbia. A mina Nova Era na região de Itabira também produz esmeraldas raras, como a “olho de gato”, e outras ainda mais raras, como a “estrela de seis pontas”. O Brasil atualmente possui uma diversidade de esmeraldas maior do que qualquer outro país.

Zâmbia

A Zâmbia extrai pedras de esmeralda transparentes e verde escuro. A cor é mais profunda do que as esmeraldas colombianas, muitas vezes com leves tons de azul. Essa cor e poucas inclusões nas gemas são responsáveis pela crescente popularidade das esmeraldas zambianas. As melhores pedras são de cor clara, verde-grama, embora tendem a ser menores do que as pedras mais escuras. A maioria das gemas finas é produzida nas minas de Kamakanga e de Kagem, na região nordeste do país.

Zimbábue

Esmeraldas da mina Sandawana no sudoeste do Zimbabwe são algumas das gemas mais antigas do mundo. As esmeraldas foram descobertas pela primeira vez em 1956 e são pequenas, mas de muito boa qualidade. Elas possuem uma cor verde brilhante, muitas vezes com tons amarelados. Uma pedra de três quilates da mina Sandawana foi vendida em 1980 por R$ 120.000. Comparada ao Brasil e à Colômbia, a produção de esmeraldas do Zimbábue é baixa, no entanto a qualidade de esmeraldas extraídas é três vezes maior do que a de diamantes com o mesmo tamanho.

Estados Unidos

A esmeralda vermelha, uma das pedras preciosas mais raras do mundo, é quase quimicamente idêntica à esmeralda verde. Um pequeno vestígio de manganês gera a cor vermelha. Elas são encontradas apenas na encosta oriental das montanhas Wah Wah, em Beaver County, Utah. Atualmente, o maior corte de esmeralda vermelha pesa pouco mais de quatro quilates e as gemas são tão raras que só se extrai uma para cada 150 mil diamantes e 15 mil esmeraldas verdes. O custo de uma esmeralda vermelha facetada é de aproximadamente R$ 20.000 por quilate.

Esmeraldas famosas

A esmeralda NAEM (The North American Emerald Mines), originalmente conhecida como “Rist Mine Emerald”, pesando 1.869 quilates, foi encontrada em 2003, em uma das terras da empresa na Carolina do Norte. Ela é a maior esmeralda já encontrada na América do Norte. “The Sacred Emerald Buddha” (O Sagrado Buda Esmeralda), com 3.600 quilates, descoberta na Zâmbia, em 1994, apresenta um Buda em baixo-relevo esculpido por uma artesã na Tailândia. A esmeralda de 632 quilates, sem cortes, conhecida como “The Patricia Emerald” (A Esmeralda Patrícia), foi encontrada em 1920, na mina de Chivor, Colômbia. Ela foi originalmente conhecida como "Patrizius", em honra ao St. Patrick, da Irlanda.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível