Informações nutricionais: sementes de chia moídas

Escrito por heidi wiesenfelder | Traduzido por samantha g. silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações nutricionais: sementes de chia moídas
A chia brota em áreas desérticas. (Image by Flickr.com, courtesy of brdavids)

Nos anos 80 e 90, as sementes de chia ficaram conhecidas por seu uso na fabricação de bonecos ecológicos, também conhecidos no Brasil como "bonecos cabeça-de-alpiste". Atualmente, as sementes - provenientes da sálvia hispânica - são famosas por serem execelente fonte de nutrientes. As sementes de chia são geralmente comparadas às sementes de linho, pois oferecem muitos dos mesmos beneficíos que a linhaça. No entanto, diferentemente da linhaça, a chia moída não possui a desvantagem de um curto prazo de validade. A chia pode ser consumida inteira ou moída e pode ser armazenada das duas formas, sem prejuízo da qualidade.

Outras pessoas estão lendo

Ácidos graxos essenciais

Médicos, como o Dr. Andrew Weil, consideram a chia como uma excelente fonte de ômega 3, fonte ainda melhor que a linhaça. De acordo com um estudo publicado em 2005, no periódico "Nutrution Research", as sementes de chia são a melhor fonte vegetal de ácidos alfa-linolênicos. As pesquisas concluíram que a chia pode ser, para os vegetarianos, uma fonte de nutrientes equivalente ao peixe. Conforme o pesquisador Dr. Wayne Coates, a chia oferece, balanceadamente, os ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. O Dr. Weil também afirma que alimentar as galinhas com sementes de chia aumenta a concentração de ômega 3 de sua carne e ovos, assim como alimentar vacas com a chia aumenta a concentração de ômega 3 no leite.

Fibras

A chia apresenta alto teor de fibras, tanto solúveis quanto insolúveis. De acordo com o Dr. Weil, uma porção com 25 g de chia contém cerca de 7 g de fibra. Além de nutritiva, a fibra também é responsável pela forma gelatinosa da chia quando molhada. Outras vantagens são a versatilidade culinária e o benefício para a digestão, uma vez que as fibras encontradas na chia desaceleram a conversão de carboidratos em açúcar no sangue. O Dr. Coates calcula que 30% da chia é composta por fibras.

Antioxidantes

A chia é uma fonte natural de antioxidantes, uma adição importante em seu perfil nutricional e prazo de validade. Ao contrário da linhaça, a chia pode ser moída e armazenada sem estragar ou precisar de refrigeração. As sementes em si também possuem vida útil longa.

Minerais

A chia oferece uma variedade de minerais, incluindo ferro, potássio, cálcio, fósforo, zinco, manganês, molibdênio e magnésio. A chia também contém niacina e ácido fólico.

Proteína

A chia possui mais proteínas que qualquer outro grão ou semente. Conforme Dr. Coates, cerca de 20% da chia é composta de proteínas - contra 14% do trigo -, proteína de alta qualidade, com aminoácidos essenciais. Tanto o trigo como a chia, no entanto, como a maioria das fontes vegetais de proteína, são deficientes em lisina. Mas o placar geral de aminoácidos encontrados na chia soma 91 (considerando 100 o valor total de um perfil aminoácido), enquanto o trigo apresenta apenas 55. O único aminoácido essencial ausente na chia é a taurina.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível