Como interpretar as parábolas bíblicas

Escrito por alyson paige | Traduzido por rosangela gandini
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como interpretar as parábolas bíblicas
As parábolas carregam mensagens espirituais essenciais (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Os evangelhos descrevem Jesus ensinando através do uso de parábolas. Simbólicas e geralmente enigmáticas, considera-se que elas carregam mensagens espirituais fundamentais. As parábolas ocorrem em todos os quatro evangelhos, exceto no "Evangelho Segundo João". Elas incluem as parábolas do filho pródigo e da dracma perdida, além de outras. Jesus as direcionava a um público em particular para ensinar lições específicas àqueles que conseguiam compreender seu significado.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Interprete as parábolas como histórias nas quais a realidade é invertida. Por exemplo, no "Evangelho de Lucas", a parábola do filho perdido -- também chamado de filho pródigo -- revela o filho mais jovem como herdeiro da riqueza do pai(Lucas 15:11-32). Na época em que foi escrita, o filho mais velho seria o herdeiro natural. Jesus inverte a convenção para incentivar a reflexão. Ao ler as parábolas do evangelho, pratique o pensamento sem pré-conceitos. Deixe os ensinamentos mostrarem o próprio ponto de vista.

    Como interpretar as parábolas bíblicas
    O filho pródigo foi recebido com carinho pelo pai (Andrew Olney/Digital Vision/Getty Images)
  2. 2

    Pense sobre os personagens das parábolas como símbolos de outras pessoas. Em Lucas 15:8-10, por exemplo, Jesus ensina sobre a mulher que perdeu a dracma, uma moeda, e procurou até encontrá-la. A moeda simboliza aquele que está separado de Deus. A mulher simboliza Deus, que "procura" incessantemente até que todos os filhos perdidos sejam encontrados. As parábolas são intensivamente visuais. Procure imaginar as cenas que Jesus descreve.

    Como interpretar as parábolas bíblicas
    A dracma representa quem está separado de Deus (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
  3. 3

    Procure pelas lições. As parábolas ensinam sobre a natureza de Deus e sobre os meios pelos quais as pessoas se afastam Dele. A parábola do filho pródigo é um exemplo comovente e descritivo. O filho mais novo desrespeita o pai e desperdiça sua herança. O pai nunca cessa de esperar pelo filho perdido. Quando o jovem volta para casa envergonhado e empobrecido, ele é bem recebido como o filho de um homem próspero. Leia essa parábola pela esperança e promessa de um amor duradouro que traduz.

    Como interpretar as parábolas bíblicas
    O amor do Pai é eterno (Comstock/Comstock/Getty Images)
  4. 4

    Aprenda que Jesus não pretendia que todos os que o ouvissem compreendessem o significado de suas parábolas. De acordo com o site "Catholic Resources", quando Ele começa a ensinar as parábolas no "Evangelho Segundo Mateus", fala sobre os professores religiosos de sua época, que tinham olhos e ouvidos inúteis (Mateus 13:10-17). Desafie-se a ser um dos que tem ouvidos para ouvir e olhos que possam ver.

    Como interpretar as parábolas bíblicas
    Procure compreender os ensinamentos de Jesus (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível