Invenções da arquitetura romana

Escrito por justin wood | Traduzido por wladimir d. uszacki
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Invenções da arquitetura romana
A natureza estilística das colunas romanas incluía combinar as volutas jônicas com a ordem coríntia (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A arquitetura romana não só revolucionou o mundo antigo, mas também influenciou fortemente a forma como o mundo moderno constrói cidades. Eles geralmente focavam em projetos de grande escala luxuosamente decorados, usando muitos aspectos da arquitetura grega e transformando-a em sua própria forma única. A chave para as suas façanhas da engenharia foi o uso de versões leves e pesadas ​​de concreto junto com tijolo e pedra, tornando seus projetos práticos e duráveis o suficiente para resistir ao teste do tempo até os dias atuais.

Outras pessoas estão lendo

O Panteão

A mais impressionante qualidade do Panteão é a cúpula rotunda, que trouxe uma nova qualidade do espaço interior à arquitetura. A estrutura não foi construída sobre um eixo horizontal, como a maioria dos templos prévios, mas sim com um eixo vertical a partir do chão até a abertura do centro da cúpula. Ele contém todos os aspectos da contribuição da arquitetura romana, como concreto com face de tijolos, arcos de suporte para diminuir a chance de um colapso e a distribuição cuidadosa de uma versão leve do concreto usado especificamente para a cúpula.

Aqueduto romano

O aqueduto romano foi baseado na necessidade de água potável e saneamento dos resíduos da cidade, como um sistema de esgoto. A arquitetura funcional e habilidade da engenharia do aqueduto depende da forma como os arcos foram empilhados um em cima do outro, criando uma inclinação imperceptível na hidrovia, permitindo que a água e os resíduos fluam para dentro e para fora, como um dreno. O aqueduto romano mais conhecido é o Pont Du Gard, criado no século I a.C.

Colunas romanas

Os romanos juntaram diferentes elementos das colunas gregas, conhecidas como jônicas, dóricas e coríntias, fazendo lindas colunas híbridas dessas ordens. Construtores romanos usavam essas colunas de diversas maneiras, fazendo maravilhas para a percepção de profundidade de certas estruturas. A construção de fontes em Mileto são os melhores exemplos disso. Os romanos colocaram as colunas em uma série de pavilhões para que os andares superiores fiquem montados sobre os de baixo. Esse método alcançou diferentes efeitos visuais e melhorou o espaço das estátuas colocadas entre as colunas.

Mercado de Trajano

O Mercado de Trajano é considerado o primeiro "shopping center" da história. A ideia de um telhado feito de abóbadas de concreto permitiu espaço suficiente para incluir um mezanino para mais lojas. Permitiu também o fluxo de mais ar e luz no espaço central. Os romanos criaram as abóbadas de aresta, assim deixando o ambiente aberto, um método ainda usado hoje em praças e centros comerciais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível