Isquiotibiais e tratamento de lesões

Escrito por anthony diaz de la vega | Traduzido por monica ferreira rocha lopes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Isquiotibiais e tratamento de lesões
Lesões isquiotibiais são muitas vezes dolorosas e podem limitar sua mobilidade durante semanas (Image by Flickr.com, courtesy of Phil Scoville)

Um isquiotibial torcido ou tenso é uma experiência desagradável que pode deixar uma pessoa incapaz de andar normalmente por um longo tempo. Existem tratamentos disponíveis que podem acelerar a recuperação de uma lesão grave no isquiotibial.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

O isquiotibial é um músculo grande que percorre todo o comprimento de trás da coxa e é usado para dobrar o joelho. Uma lesão na parte inferior do isquiotibial muitas vezes parece com uma dor aguda na parte posterior da coxa, logo acima do joelho.

Causas

Na maioria das vezes uma lesão no isquiotibial inferior é o resultado de um alongamento excessivo ou exagerado do músculo durante a atividade física. Corredores (principalmente os velocistas) muitas vezes sofrem de lesões isquiotibiais por causa da natureza de seu esporte.

Tipos

As lesões isquiotibiais inferiores são geralmente divididas em três classes de gravidade: o primeiro grau indica que o músculo foi alongado demais, resultando em rigidez e dor leve; no segundo grau o músculo desenvolveu rupturas parciais; e o terceiro grau indica que o músculo foi esticado severamente ou totalmente rompido.

Tratamento

O recomendado é descansar, fazer alongamento, exercícios de fortalecimento muscular e ingerir medicamentos como a aspirina. Para o primeiro e segundo grau, a melhor maneira de tratar o músculo é aplicando uma compressa de gelo sobre o membro de 15 a 20 minutos a cada uma hora, várias vezes por dia. O rompimento causado pelo terceiro grau pode exigir uma cirurgia.

Período de tempo

A lesão de primeiro grau geralmente sara dentro de duas semanas, a de segundo grau tende a se recuperar de três a quatro semanas, enquanto que as lesões mais graves podem levar até três meses.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível