Como lidar com crianças com transtorno bipolar

Escrito por renee miller | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com crianças com transtorno bipolar
Aprenda a lidar com uma criança que foi diagnosticada com transtorno bipolar (Tom Le Goff/Photodisc/Getty Images)

Como pais, nós só queremos o melhor para nossos filhos. Nós os seguramos nos nossos braços enquanto eles ainda são crianças e sonhamos com suas realizações futuras na vida. Mas quando eles são diagnosticados com transtorno bipolar, você pode pensar que todos esses sonhos nunca serão realizados. Os altos e baixos, a solidão e a sensação constante de incerteza nos anos que se seguem podem ser desgastantes. Saiba como lidar com crianças com transtorno bipolar e como não desistir dos planos que fez para elas.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Aceite as diferenças do seu filho. As crianças com transtorno bipolar sofrem de frequentes mudanças de humor, instabilidade, raiva e depressão. Esses são os traços que você enfrentará inúmeras vezes ao longo de suas vidas. Ao aceitar o mal com o bem, você dá a seu filho um senso de segurança no meio de uma doença preocupante, o que tem um valor inestimável.

  2. 2

    Estabeleça limites. Muitas vezes, as crianças com transtorno bipolar apresentarão sinais de violência ou agirão dessa forma. Estabeleça limites no início do diagnóstico, com consequências razoáveis. Isso ajudará a proteger não só seu filho, mas também os colegas e outras pessoas que estarão em contato com ele.

  3. 3

    Seja paciente. As crianças bipolares têm dificuldade em fazer amigos, realizar tarefas e, por vezes, manter conversas. Tente se lembrar que elas lidam com pensamentos acelerados constantemente e que podem ficar irritadas e extremamente inquietas. Sua paciência durante a agitação constante que permeia cérebro de seu filho pode ajudá-lo a se sentir seguro e tranquilizá-lo com a ideia de que você se importa.

  4. 4

    Aprenda mais sobre o assunto. Muitas instituições oferecem excelentes recursos sobre o transtorno bipolar. É absolutamente essencial se manter atualizado sobre as mais recentes técnicas para o tratamento da doença. Conhecimento é poder, e educar-se não só o ajudará a entender melhor a doença, mas também o ajudará a lidar com as crianças que sofrem com isso.

  5. 5

    Participe de um grupo de apoio. Entre em contato com o hospital de saúde mental da sua cidade para saber onde os pais e cuidadores de crianças com transtorno bipolar encontram-se. Se não houver um grupo, inicie um. Os adultos aprenderão com as experiências uns dos outros e servirão como um suporte durante os tempos sombrios que acompanham essa doença.

  6. 6

    Mantenha-se organizado e siga uma programação. Em um mundo de pensamentos dispersos, amizades instáveis, consultas médicas e ajustes de medicação constante, a rotina é um salva-vidas. Ela fornece um sentimento mais profundo de segurança e previsibilidade e pode atuar como um agente calmante, ajudando a manter um ambiente relaxante para as crianças bipolares.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível