Como lidar com a gravidez não planejada?

Escrito por paula haefeli Google
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com a gravidez não planejada?
A gravidez indesejada pode se tornar uma experiência feliz (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

O sonho da maior parte das mulheres é se tornar mãe um dia. No entanto, nem sempre a gravidez chega em um momento em que a mulher se sente preparada fisicamente, psicologicamente ou financeiramente para ter um bebê. Mesmo uma gravidez não planejada pode se tornar uma experiência única, basta aprender a lidar com a situação e aceitar a presença de uma nova e mágica criaturinha na sua vida. Vencer a resistência em se tornar mãe pode ser uma tarefa muito difícil, mas com certeza será compensadora. Confira alguns passos que podem ajudá-la a aceitar a gravidez não desejada.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Sinceridade com a família e o parceiro
  • Tranquilidade nas tomadas de decisões
  • Acompanhamento médico
  • Planejamento familiar

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Ao receber a confirmação da gravidez não planejada, algumas mulheres chegam a considerar a hipótese de realizar um aborto, em especial se elas são adolescentes ou temem que um bebê será um obstáculo ao futuro profissional ou da relação a dois. Além de ser considerado crime contra a vida humana no Brasil (salvo em casos onde a vida da mãe está em perigo, ela tenha sofrido um estupro ou o feto é anencéfalo), a realização de um aborto ilegal pode ter consequências desastrosas para sua saúde. Reflita com calma e considere todas as possibilidades possíveis, sempre junto de quem você ama.

  2. 2

    Seja sempre honesta com as pessoas que participarão da sua gravidez. Não esconda nada de ninguém, mesmo que em um primeiro momento seu parceiro ou sua família se surpreenda com a notícia e não encare bem. Não tenha medo de se abrir e pedir apoio às pessoas que você confia e ama. Sem dúvida, você encontrará a ajuda e o carinho que precisa para construir uma relação de muito amor com seu filho. Uma conversa sincera pode ajudar você a enxergar a gravidez com muito mais clareza e como um acontecimento positivo em sua vida.

  3. 3

    Cercar-se de informação e acompanhamento de profissionais também é imprescindível para deixá-la segura. Não abra mão do acompanhamento ginecológico e obstétrico desde o momento da descoberta da gravidez. O pré-natal, além de assegurar que está tudo bem com você e seu bebê, também ajuda a criar vínculos entre vocês. Acompanhar o crescimento do neném, escutar seus batimentos cardíacos e ver sua carinha no ultrassom, são fundamentais para você visualizar a sua vida com seu filho. Acompanhamento psicológico e de planejamento familiar também podem ajudar a encarar as mudanças na dinâmica da família e a lidar com questões financeiras.

  4. 4

    Por último, dê a si mesma um tempo para se acostumar com a ideia de ser mãe. Tente ter uma conexão íntima com seu bebê, longe de interferências externas. Apenas aproveite os momentos em que estiver sozinha para conectar-se com seu filho e transformar a angústia, a rejeição ou o medo em carinho e amor incondicionais. Transmita ao seu bebê os bons pensamentos e planos, e curta a mágica sensação de uma nova vida crescendo dentro de você.

Dicas & Advertências

  • Olhe para o futuro e aprenda com as surpresas da vida. Evite passar novamente pelo susto de engravidar sem querer. Considere usar contraceptivos nas próximas relações.
  • Consulte seu médico sobre as opções de anticoncepcionais que melhor servem para você.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível