Como lidar com um professor que está perseguindo um aluno

Escrito por amie taylor Google | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com um professor que está perseguindo um aluno
Alguns professores passam dos limites entre disciplina e intimidação (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Apesar de todo mundo já ter ouvido o filho reclamar dos professores, são rígidos mandadores de tarefas, há uma enorme diferença entre um educador que disciplina e um que persegue. Um professor que segue as regras e regulamentos para manter a ordem pode não ser muito popular, mas está em seu direito como líder da classe. Porém, um educador que usa intimidação, constrangimento e o ridículo como armas contra um ou mais estudantes é apenas um valentão.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Determine se o tratamento do professor com seu filho é disciplina normal ou um abuso. Pergunte a seu filho questões pontuais para verificar se o professor está apenas aplicando a disciplina apropriada ou depreciando a criança.

  2. 2

    Determine se o abuso é emocional, físico ou ambos. Nunca é bom que um professor toque seu filho de maneira agressiva. Diferentemente dos velhos costumes, os professores são orientados a não usar táticas como puxões de orelha, puxar o cabelo, beliscar ou dar tapas -- coisas que eram comuns na sala de aula nos seus tempos de criança.

  3. 3

    Combine uma reunião com o professor e expresse suas preocupações de maneira firme, porém calma. Mencione ocasiões específicas que seu filho contou a você e peça uma explicação para o professor. Esteja preparado para um professor abusivo que irá diminuir o incidente, e siga seus instintos sobre o que você ouviu.

  4. 4

    Dê ao professor a oportunidade de mudar de comportamento. Depois que vocês conversaram, ele sabe que você está ciente das táticas. Peça que seu filho te mantenha informado sobre se o comportamento anterior foi resolvido.

  5. 5

    Faça uma reunião com o diretor, se necessário, e insista por uma intervenção apropriada. Alguns professores se recusam a parar suas táticas abusivas baseados apenas em reclamações de pais. Outros parecem inconscientes de que estão fazendo algo errado. O fato de seu filho sentir-se com medo ou intimidado, porém, é uma razão para ir aos superiores do professor.

  6. 6

    Peça que seu filho seja removido da sala desse professor e colocado em outra, se o comportamento continuar depois de diversas tentativas de resolvê-lo. Vá até onde for necessário para que isso aconteça, mesmo que isso signifique ir até a mesa diretora da escola ou o superintendente. A saúde mental e emocional de seu filho valem qualquer inconveniência.

Dicas & Advertências

  • Documente todos os incidentes de abuso por escrito, com datas e detalhes. Você pode ter que construir um caso contra o professor.
  • Marque uma reunião com o pediatra, quando estiver óbvio que a criança está aguentando muito estresse, com dor de estômago, pesadelos e ansiedade. Liste as causas físicas e documente o estado emocional do seu filho.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível