Linfoma intestinal em gatos

Escrito por allison lyndsay | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Linfoma intestinal em gatos
Linfoma intestinal é mais comum em gatos machos (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

O linfoma intestinal constitui 33% dos tumores em gatos e é a forma mais comum de linfomas felinos. A maioria dos pacientes de linfoma intestinal é de gatos mais velhos, entre 9 e 13 anos de idade. A incidência da doença é maior em gatos machos do que em fêmeas.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

O linfoma intestinal felino geralmente se manifesta através de perda de peso, de vômito e diarreia. Seu gato pode parecer letárgico e desinteressado na comida. Ele pode perder peso por causa da diarreia e do vômito e apresentar sede excessiva, além de urinar com mais frequência. Se tiver um gato idoso que apresenta algum desses sintomas, leve-o a um veterinário para ser examinado.

Diagnóstico

Se o gato estiver apresentando sintomas de um linfoma intestinal, o veterinário provavelmente executará uma biópsia, para determinar se há a presença de uma massa. Ele também fará uma aspiração e analisará as células aspiradas em um laboratório. Algumas formas do linfoma intestinal não produzem massas e é bem difícil de distingui-las de uma inflamação intestinal sem biópsia. O laboratório determinará se o gato possui linfoma de baixo grau (também conhecido como de célula pequena ou linfocítico) ou de alto grau (também conhecido como de célula grande ou linfoblástico). Isso determina o tipo de tratamento que seu gato receberá. O linfoma de alto grau é o mais maligno.

Tratamento

A maior parte dos gatos com linfoma intestinal é tratada com cirurgia e quimioterapia. Durante a biópsia cirúrgica inicial, o médico geralmente executa a cirurgia para remover a massa. Porém, removê-la não cura a doença. Não importa a localização original do tumor, a quimioterapia é necessária para uma chance de sobrevivência a longo prazo. O linfoma geralmente é muito sensível à quimioterapia. Os veterinários usualmente prescrevem quimioterapia combinada, na qual vários remédios são dados ao animal em sequência.

Pesquisa e perspectiva

Foram feitos muitos estudos sobre as taxas de sobrevivência entre pacientes de linfoma intestinal felino. Essas taxas são relativamente baixas. A remissão dura de sete semanas a vinte meses, dependendo do grau do linfoma e do tratamento recebido. Os gatos tratados com prednisona e clorambucil parecem sobreviver por mais tempo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível