Mais
×

Linfoma do tecido reativo em cães

Atualizado em 17 abril, 2017

Um linfoma é basicamente um tumor maligno no tecido linfático. O sistema linfático é uma parte da resposta imunológica do corpo. Ele circula os glóbulos brancos e linfócitos pelo corpo conforme o necessário para combater infecções. Em um cão, os linfócitos vivem por cerca de 30 dias antes de morrerem e serem reabsorvidos ou eliminados do corpo. Em alguns tipos de linfoma, essas células se tornam mais reativas e continuam se reproduzindo.

Cães com linfoma podem ter inchaço em seus nódulos linfáticos (dog image by veronika from Fotolia.com)

Incidência do linfoma em cães

Os tumores do tecido linfático causados por linfócitos reativos contam por aproximadamente 10 a 20% dos cânceres descobertos em cães. Ele pode ocorrer em qualquer tipo de cão. Porém, algumas raças, como os Golden Retrievers, são mais propensas a ele.

Sintomas

Os sintomas desse câncer dependem muito do local onde os tumores estão. Por exemplo, se o tumor estiver no sistema gastrointestinal, pode ocorrer vômito, diarreia, perda de peso e falta de apetite. Se eles estiverem nos nódulos linfáticos, o principal indicador pode ser o inchaço. Os tumores na área mediastinal (peito) são acompanhados por possível falta de ar. Uma vez que os sintomas variam bastante, é importante discutir com o veterinário quaisquer mudanças de saúde que seu animal exibir.

Extensão

O veterinário diagnosticará seu cão por meio de exames de sangue, biópsias, raios-X e ultrassons. Assim que ele tiver estabelecido um diagnóstico de linfoma, determinará a extensão do câncer. A extensão significa que ele determinará o quanto o câncer se proliferou pelo corpo do animal. A razão pela qual isso é importante é que ela determina a possível intervenção para o tratamento.

Estágios

Os estágios dessa doença variam de 1 a 5. O estágio 1 significa que apenas um nódulo ou tecido linfático em um único órgão está envolvido. Os estágios 2 até 4 são gradualmente mais sérios em progressão até alcançar o último estágio. O estágio 5 significa que há envolvimento da medula óssea.

Prognóstico

Se um cão fizer o tratamento na forma de quimioterapia, a expectativa de vida pode aumentar. Cerca de 75% dos cães conseguem remissão completa com esse tratamento. Porém, a duração da remissão é de geralmente seis a onze meses. Se o cão receber mais quimioterapia, 40% deles conseguirão obter outro período de remissão. Esse período não será tão longo e poucos conseguem obter uma terceira remissão. Menos de 20% dos cães vivem dois anos, mesmo com o tratamento.

Potencial

A terapia de modulação imunológica pode ser uma adição ao tratamento para esse tipo de linfoma que pode permitir que o câncer seja superado em alguns animais. Isso é porque a quimioterapia e a cirurgia removem os tumores, mas o problema com o sistema imunológico que causa os linfócitos reativos ainda está lá. Os moduladores imunológicos são fórmulas de grau veterinário que acionam a resposta de reconhecimento imunológico e dizem ao corpo para rejeitar as células cancerígenas.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article