Lista de alimentos que contêm dimetilglicina

Escrito por chelsea rose | Traduzido por marla maisonnett
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A dimetilglicina (DMG), conhecida também como vitamina B15, é uma forma mais complexa do aminoácido glicina. Seus usos no corpo inclui a síntese de proteína e ajuda na respiração das células e o uso do oxigênio. Ela regula os esteroides e reduz a super-produção de certos tipos de células. A suplementação pode ajudar a alguns tipos de desfunções cognitivas como o autismo, déficit de atenção e dificuldades na fala e na coordenação. Como suplemento, a DMG geralmente trabalha junto com as vitaminas A e E. Ela também aparece com baixo nível em alguns tipos de alimentos, desde carnes até cereais.

Outras pessoas estão lendo

Levadura de cerveja

A levadura inativa ou morta que não tem a capacidade de fermentar é chamada de levadura de cerveja. O tipo mais utilizado é a "Saccharomyces Cerevisiae", que é deixada após o processamento da cerveja. Essa levadura geralmente é rica em vitamina B, uma delas é a DMG. É possível adquiri-la em várias formas. A forma em pó é a mais potente, embora também seja vendida em flocos para batidas e tabletes para ingestão imediata. A levadura de cerveja não deve ser confundida com a levadura de padeiro, pois ainda quando crua pode acabar com a vitamina B do seu corpo.

Carne de órgãos

As carnes de órgãos, especialmente do fígado, possuem uma quantidade elevada de DMG. No fígado, seu principal papel é prevenir a cirrose, uma doença crônica que impede que o órgão funcione corretamente. A DMG também aumenta as funções dos órgãos internos.

Sementes

A DMG é encontrada naturalmente em sementes de gergelim e de abóbora. Ambas possuem valores medicinais adicionais e são ricas em ácidos graxos oleicos e linoleicos. Elas podem ajudar em casos de inflamações nos rins e parasitas intestinas como a tênia. Uma quantidade de 40 a 60% do peso das sementes de gergelim é composta de óleo. Elas são uma fonte excelente de potássio, entre várias outras vitaminas B e fósforo.

Arroz integral

Arroz integral é simplesmente uma versão menos refinada do arroz branco. Ele é integral quando as cascas fibrosas são removidas, mas o farelo e o gérmen permanecem. O arroz retem a maior parte do seu valor nutricional nesse formato, sendo naturalmente uma fonte de fósforo, potássio e outros minerais, incluindo a DMG. Ele pode ser cozido e comido em várias formas e ainda reterá a maior parte dos seus nutrientes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível