Mais
×

Como matar ervas daninhas em um pasto

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Ervas daninhas são um problema comum em pastagens, devido à baixa frequência de corte e baixos níveis de fertilidade. Elas podem ser imperceptíveis, pois misturam-se ao capim alto. Caso tenha esse tipo de problema no pasto, será interessante eliminá-lo o mais breve possível. Tais ervas roubam nutrientes valiosos, água e luz solar da pastagem. Algumas podem até mesmo deixar os animais doentes.

Instruções

Ervas nocivas podem infestar rapidamente uma pastagem (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  1. Identifique as ervas daninhas. Nem todas são criadas igualmente. Alguns remédios são capazes de matar apenas um tipo específico delas.

  2. Escolha um herbicida seletivo para matar as ervas daninhas identificadas. Certifique-se que ele seja projetado particularmente para matar esta erva. Tal informação pode ser encontrada na parte de trás da embalagem. Por exemplo, enquanto o "2,4-D" é um herbicida eficaz contra uma determinada erva daninha da família Compositae, ele inútil contra tiririca (Cyperus rotundus).

  3. Aplique quantidades adequadas de herbicida. Esta informação pode ser encontrada na embalagem, mas no geral, a aplicação adequada será de 40 L a 80 L por acre, de acordo com a "University of Tennessee" (Universidade do Tennessee).

  4. Reaplique o herbicida, tendo em mente que as ervas daninhas ativam-se em momentos diferentes. Uma pulverização por ano não será eficaz. Se possível, pulverize enquanto a erva ainda estiver jovem. Ervas daninhas adultas são mais difíceis de eliminar.

  5. Fertilize o pasto. Fertilizantes ajudam as plantas e gramas desejáveis ​​a florescer, deixando menos espaço para as ervas daninhas se desenvolverem. Faça isso durante os períodos de pico de crescimento do pasto, pois em tempos de inatividade, a fertilização pode estimular o crescimento de ervas daninhas, reporta o site "Get Rid of Things".

O que você precisa

  • Herbicida seletivo
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article