Que tipo de matemática se estuda na carreira de Física?

Escrito por john mcdaniel | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Que tipo de matemática se estuda na carreira de Física?
A física é o estudo aplicado da matemática (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Os requisitos na carreira de Física variam, dependendo do rigor do programa e do ramo específico da disciplina que uma pessoa quer estudar. A Física abarca astronomia, microfísica, aerofísica, física médica ou biofísica. Por causa disso, os requisitos de matemática podem depender do tipo de trabalho ou diploma que uma pessoa quer buscar depois da graduação. No entanto, no geral, há quatro matérias centrais que quase todos os estudantes devem estudar.

Outras pessoas estão lendo

Análise matemática I (Cálculo I)

A matéria "Cálculo I" estuda cinco áreas principais: "funções e modelos", "limites e derivadas", "regras de diferenciação", "aplicações da diferenciação" e "integrais". No geral, os estudantes são introduzidos às equações matemáticas que determinam o volume de sólidos através da manipulação de funções. Esse é o nível mais baixo de Cálculo e pode ser separado em duas seções: "A" e "B".

Análise Matemática II (Cálculo II)

"Cálculo II" se apoia em "Cálculo I" ensinando mais técnicas de integração, vetores, equações paramétricas e figuras tridimensionais. Os estudantes de física normalmente trabalham muito com vetores, aplicáveis diretamente a muitos cursos de física. Além disso, a matéria normalmente se ensina junto a outros cursos de física. Os estudantes começam a lidar com equações matemáticas teóricas e continuam trabalhando em cálculos práticos.

Análise Matemática III (Cálculo III)

"Cálculo III" trabalha com matemática e física teórica. A matéria parte da análise bidimensional de funções e trabalha em três, usando vetores para analisar a terceira. Na matéria, a força e a velocidade angular são estudadas usando os vetores. "Cálculo III" permite corroborar e refutar certos teoremas, como o "Teorema fundamental do cálculo" ou o "Teorema de Green". Ela nem sempre é necessária na carreira, mas se vê frequentemente em programas mais rigorosos.

Equações diferenciais

"Equações Diferenciais", às vezes chamadas "equações diferenciais ordinárias", estuda as teorias e métodos de soluções de equações. Buscam-se equações lineares com coeficientes normais usando métodos gráficos e numéricos. Também trabalha com eigenvalores e eigenvetores. Esse nível é geralmente o mais alto e difícil na carreira de Física. Como a maior parte do trabalho envolve gráficos, usam-se muito computadores, CDs e calculadoras gráficas ao longo do curso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível