Saúde

O melhor tratamento geral para o TDAH

Escrito por darcy logan | Traduzido por débora sousa

Pouco depois de ser diagnosticado com o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) ou até mesmo antes de diagnosticar, surge a questão de como tratá-lo. Normalmente, essa é uma discussão que uma pessoa terá com o médico. No entanto, é bom saber as opções disponíveis para as pessoas com TDAH. Na verdade, não existe um tratamento que é o melhor para esse transtorno. O melhor é o que combina vários deles em um plano de tratamento. Nota do autor: Para os fins desse artigo, o termo TDAH é usado para falar sobre todos os três subtipos da doença, incluindo o desatento, que é muitas vezes referido como distúrbio do déficit de atenção sem hiperatividade ou ADHD-I.

Abordagem multimodal

Cerca de 10 anos atrás, o Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos (NIMH) patrocinou um estudo para ajudar a determinar o melhor tratamento para o TDAH. O estudo teve quatro grupos: somente medicamento; tratamento comportamental sozinho; combinação de medicamento e tratamento comportamental (multimodal); e serviços comunitários de rotina (grupo de controle). O que o estudo descobriu, e o que a maioria dos especialistas em TDAH concordam, é que a melhor abordagem de tratamento é a multimodal. Em outras palavras, um tratamento não é o melhor. É muito melhor combinar vários deles.

Quais tratamentos são os melhores

Ao olhar para os diferentes tipos de medicamentos e tratamentos comportamentais disponíveis para as pessoas com TDAH, não existe uma maneira de dizer se um é melhor que o outro. As medicações incluem estimulantes, como Ritalina e Adderall, e não estimulantes, como Strattera e antidepressivos. Apenas um médico que tem experiência em prescrever e acompanhar esses medicamentos deve fazer essa determinação. O mesmo vale para os tratamentos comportamentais, como o treinamento dos pais ou a terapia de grupo. Como cada pessoa com TDAH é única e tem diferentes áreas problemáticas, cada uma precisará de diferentes terapias.

Medicamento somente não funciona

Uma declaração comum na comunidade TDAH é "Pílulas não ensinam habilidades". Essa frase é projetada para lembrar as pessoas de que a medicação para o TDAH não é uma cura mágica para o transtorno. Não importa o quão bom sejam, os medicamentos não solucionarão tudo. Outros tratamentos são necessários para qualquer paciente reduzir os aspectos negativos e acentuar os positivos de se ter TDAH.

Educação é essencial

Se você não souber o que está errado, como pode solucionar o problema? A educação é uma parte essencial de qualquer tratamento multimodal para o TDAH. Ela não só proporciona uma sensação de paz que vem de saber que os outros passaram por (e sobreviveram) problemas semelhantes, mas também dá as pessoas com TDAH a chance de aprender com elas.

Trate o corpo e a mente

A medicação e a terapia ajudará a mente da pessoa, mas isso não significa que o corpo pode ser negligenciado. Comer uma boa dieta e fazer muito exercício também são partes essencis do plano de tratamento multimodal. Embora existam várias "dietas de TDAH" que acredita-se que funcionam, simplesmente comer alimentos saudáveis ​​e reduzir os doces ajudará. O açúcar não causa TDAH, mas também não o ajuda. O exercício cardiovascular também é benéfico.

Tratamentos alternativos

Há uma explosão de todos os tipos de tratamentos alternativos de biofeedback a diapasões. Já que a maioria dos tratamentos alternativos para o TDAH ainda precisa ser provada se é eficaz ou ineficaz por estudos científicos a longo prazo, a pessoa deve considerá-los com um certo grau de ceticismo e uma mão firme no talão de cheques. Além disso, converse com o médico antes de iniciar qualquer tratamento alternativo para garantir que ele não afete os tratamentos já prescritos para o TDAH.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media