Como mensurar a frequência cardíaca em um papel milimetrado

Escrito por caryn anderson Google | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como mensurar a frequência cardíaca em um papel milimetrado
O ECG é um método de testagem indolor caracterizado pela conexão do paciente a eletrodos que medem seu ritmo cardíaco e o mostram impresso (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Por definição, telemetria é a tecnologia e ciência de medir e transmitir informações a partir de uma fonte remota para uma estação receptora usando fios ou ondas de rádio. No contexto médico, geralmente é realizada usando um eletrocardiograma (ECG) -- um método de testagem indolor caracterizado pela conexão do paciente a eletrodos que medem seu ritmo cardíaco e o mostram impresso. A partir da impressão no papel milimetrado, os profissionais podem determinar se o paciente está com alguma anormalidade ou não e medir a frequência cardíaca.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Papel milimetrado
  • Paquímetro (opcional)

Lista completaMinimizar

Instruções

    Calculando a frequência cardíaca a partir de um ECG

  1. 1

    Remova uma tira do ECG. Perceba que o ritmo é impresso em papel milimetrado que geralmente mede o tempo usando uma escala onde 25mm representam um segundo. Haverão também marcas (marcas verticais) nas partes superior e inferior da tira, que indicam intervalos de um ou três segundos.

  2. 2

    Use o método de contagem de seis segundos. De acordo com o NurseCom.com, esse é o método mais comum (e simples) de determinar a frequência cardíaca. Multiplique por dez o número de complexos QRS encontrados em seis segundos. Isso dará o número de complexos QRS em 60 segundos, ou um minuto. Essa é a frequência cardíaca do paciente. Se, por exemplo, há oito complexos QRS em um período de seis segundos, multiplique por dez e você obterá uma frequência cardíaca de 80.

  3. 3

    Use o método triplicado. Considere que cada quadrado grande na tira é igual a cinco milímetros, ou 1/5 de um segundo. Localize uma onda R (os picos na leitura) localizada em uma linha vertical espessa. Agora, encontre a próxima onda R e as seguintes. Comece com uma frequência cardíaca de 300 e divida pelo número de quadrados de telemetria grandes entre as ondas R; se cada uma ocorre com apenas um grande quadrado entre elas, então a frequência é 300. Se há quatro quadrados grandes, a frequência cardíaca é 75. Tenha em mente que esse método só pode ser usado com um ritmo regular.

  4. 4

    Use o método do paquímetro, que fará o cálculo mais exato através da contagem dos milímetros nos intervalos entre R e R. Se você imprimir uma tira de ritmo por um minuto inteiro, terá um total de 1500mm (25mm por segundo multiplicados por 60). Agora, divida 1500 pela quantidade de milímetros no intervalo entre R e R: o número resultante é a frequência cardíaca. Por exemplo, se você medir 20mm no intervalo, deverá dividir 1500 por 20, obtendo uma frequência cardíaca de 75.

Dicas & Advertências

  • A frequência cardíaca é definida como o número de complexos QRS que ocorrem em um minuto. Os complexos QRS medem a atividade ventricular no coração conhecida como despolarização ventricular.
  • Use o método que funcionar melhor para você se o paciente tem um ritmo regular.
  • Se o paciente tem um ritmo irregular, o método mais preciso para medir a frequência cardíaca é o método dos seis segundos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível