×
Loading ...

O que é a Monsanto?

Uma das empresas mais lucrativas do mundo, a Monsanto é a produtora líder de sementes geneticamente modificadas, mais conhecidas como transgênico. Com sede nos Estados Unidos, a empresa possui filiais em todo o mundo, onde segue investindo pesado no setor de agricultura e biotecnologia. Ao mesmo tempo, os negócios da empresa multinacional geram muita controvérsia. Ativistas e defensores do meio ambiente acusam a Monsanto de causar deliberadamente prejuízos a plantas e animais no mundo todo, inclusive contaminando o meio ambiente. Conheça mais sobre essa empresa, que possui um faturamento de mais de 10 bilhões de dólares.

A Monsanto é uma multinacional que atua no setor agrícola e de biotecnologia (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

Origem

A empresa foi fundada no ano de 1901, no estado do Missouri, nos Estados Unidos. O fundador era um experiente funcionário da indústria farmacêutica, que passou a investir na produção de produtos como um adoçante artificial que era vendido para a Coca-Cola. Alguns anos depois, a Monsanto passou a integrar o mercado europeu e expandiu seus negócios junto a clientes no setor de química industrial. Pouco tempo depois, a empresa passou a ser um dos maiores fabricantes de ácido sulfúrico nos Estados Unidos. Pouco tempo depois, a Monsanto se consolidaria como uma das principais companhias químicas do mundo.

Loading...
A empresa começou no setor de química industrial (Dick Luria/Photodisc/Getty Images)

DDT e agente laranja

A empresa começou a gerar controvérsia já nos anos 40, quando começou a produzir o herbicida DDT. Trata-se do primeiro pesticida moderno que foi largamente usado para combater mosquitos que transmitem doenças, como tifo e malária. A curto prazo, trata-se de um pesticida eficiente e barato. O problema é que, a longo prazo, o DDT tem efeitos devastadores para a saúde humana e dos animais. Nos anos 70, o DDT foi banido de vários países. A Monsanto também investiu no pesticida chamado agente laranja, que devasta a folhagem das plantas e apresenta substâncias cancerígenas. O agente laranja foi usado pelas tropas americanas na Guerra do Vietnã, como arma de guerra.

Os pesticidas afastam as pragas, mas produzem efeitos colaterais no meio ambiente (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Uso de transgênicos

Nos últimos anos, a Monsanto passou a liderar a produção de semente geneticamente modificadas de milho, algodão e soja. O uso de organismos transgênicos é controverso. Não há consenso na comunidade científica sobre o assunto. No entanto, alguns estudos relacionam os organismos geneticamente modificados com devastação da biodiversidade e problemas graves, como infertilidade e câncer, e distúrbios mentais, como Parkinson e mal de Alzheimer. Ao mesmo tempo, a empresa se tornou a maior produtora de Roundup, o pesticida mais utilizado no mundo. No entanto, pesquisadores alertam que o uso do Roundup está relacionado com doenças cardíacas e cancerígenas.

O uso de alimentos transgênicos virou o principal investimento da Monsanto nos últimos anos (Nick White/Digital Vision/Getty Images)

Controvérsias

Uma série de movimentos contra a Monsanto cresce em todo o mundo. Trabalhadores rurais criticam a iniciativa da empresa e promovem campanhas a favor da alimentação saudável e combate ao uso dos transgênicos. Em alguns países, a briga contra a Monsanto gerou grandes resultados. É o caso da França, onde sementes geneticamente modificadas foram destruídas, e da Hungria, que destruiu todas as plantações de milho transgênicas. Além disso, o grupo Monsanto também é acusado de provocar ataques cibernéticos contra ativistas do meio ambiente e opositores da empresa.

Na França, as sementes geneticamente modificadas da Monsanto foram destruídas (Martin Poole/Photodisc/Getty Images)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...