Saúde

Necrose intestinal felina após pequena recessão intestinal

Escrito por cate burnette | Traduzido por thiago silva
Necrose intestinal felina após pequena recessão intestinal

Veterinários geralmente fazem exames completos antes de recomendar uma cirurgia em gatos

Comstock/Comstock/Getty Images

Cirurgiões veterinários removem seções inteiras do intestino de um felino quando não é mais viável remover as áreas afetadas e suturar o resto. O processo é conhecido como recessão e tem como objetivo manter o intestino funcionando e possivelmente salvar a vida do animal. Perigos associados com este procedimento incluem a peritonite e a possível morte do tecido intestinal. Como dono, saber os riscos envolvidos neste tipo de cirurgia pode ajudar a reconhecer possíveis complicações decorrentes.

Outras pessoas estão lendo

Causas para realizar a cirurgia de recessão

Veterinários geralmente recomendam o procedimento quando o gato é diagnosticado com certos tipos de cânceres intestinais, quando o fluxo sanguíneo para a área é restrito ou quando os intestinos dobram-se sobre si mesmos, em um processo conhecido como intussuscepção. Intestinos com úlceras, bloqueios causados por corpos estranhos ou trauma causador de perfurações também podem necessitar de cirurgia, caso haja risco de necrose do tecido saudável. Gatos com megacólon, uma doença em que os intestinos dilatam, ficam imóveis e não mais evacuam, podem precisar de cirurgia quando qualquer outro tratamento falhar, de acordo com a veterinária Karen Tobias, professora de Cirurgia em Medicina Veterinária na Universidade do Tennessee.

Cuidados

Complicações decorrentes do procedimento incluem infecções, obstruções intestinais e síndrome do intestino curto, além da inabilidade do intestino operado em absorver nutrientes. Esta síndrome causa uma deficiência na nutrição dos gatos operados. Os veterinários preocupam-se mais em prevenir a peritonite, uma infecção inflamatória do tecido que cobre os órgãos abdominais, que ocorre quando as fezes vazam pelas suturas na cavidade abdominal. Ela pode levar a morte de tecidos e a necrose do intestino felino.

Sintomas de peritonite e necrose

Um gato sofrendo de peritonite e intestinos em estado de necrose geralmente tem febre, mostra sinais de fraqueza e letargia, perdendo o apetite ou ficando incapaz de alimentar-se, geralmente vomitando após as refeições. O abdômen do gato pode distender-se devido aos fluidos da região, com o animal dando sinais claros de dor e desconforto. Diarreia sanguinolenta tipicamente acompanha estes sintomas.

Diagnóstico, tratamento e prognóstico

Um veterinário preocupado com a possibilidade de necrose intestinal geralmente faz um exame de sangue e eletrólitos completo, verifica radiografias abominais e pode até pedir um exame de ultrassom para determinar os danos. Após obter uma amostra de fluidos com uma punção abdominal, uma cultura de fluidos determina o tipo de bactéria causadora da infecção. Cirurgiões recomendam procedimentos adicionais para eliminar o tecido necrosado e recessionar ainda mais o intestino. Além disso, eles também tentam remover as fezes dentro da cavidade abdominal enquanto o animal estiver sendo operado. As taxas de mortalidade são altas para este procedimento, de acordo com o “Saunders’ Textbook of Small Animal Medicine", editado por John Dunn. Os animais que sobrevivem geralmente precisam de uma sonda para alimentar-se, fluidos intravenosos e antibióticos e analgésicos a longo prazo.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media