Ouvir: o que diz a Bíblia?

Escrito por james withers | Traduzido por ale grassi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ouvir: o que diz a Bíblia?
Ouvindo a palavra de Deus ("Summer Bible Camp Worship Wisconsin," by escapedtowisconsin)

A arte de ouvir é demonstrada na bíblia de diferentes maneiras. A humanidade tenta ouvir a Deus, assim como Deus tenta ouvir a humanidade. Além disso, as pessoas são aconselhadas a ouvirem umas as outras. Na verdade, Tiago, escritor do Novo Testamento, ressalta a importância de ouvir quando escreveu: "Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar" (Tiago 1:19). Quais são os benefícios da escuta, de acordo com a Bíblia, e porque devemos tentar aprimorar essa habilidade? Esse artigo explica o que a Bíblia diz sobre ouvir.

Outras pessoas estão lendo

Ouça cuidadosamente

O fato de uma pessoa estar falando não significa que ela está sendo ouvida. Mais do que ninguém, Deus está ciente desse fato. Repetidamente, profetas que atuam como representantes de Deus motivam as pessoas a ouvir. Jesus, por exemplo, disse: "Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!" (Mateus 11:15). A escuta não ocorre naturalmente, pois é o resultado de uma escolha consciente. As pessoas também podem, conscientemente, optar por não ouvir, assim como quando foi dito a Moisés: "Fala tu mesmo conosco e ouviremos. Mas que Deus não fale conosco, para que não morramos" (Êxodo 20:19).

Deus escuta

Na hora da tristeza e da alegria, durante todas as horas do dia, pessoas do mundo inteiro rezam para Deus. Está escrito na bíblia que Deus está escutando. Mesmo já em seu primeiro livro, a Bíblia mostra que Deus está ouvindo. Com alegria, Raquel diz: “Julgou-me Deus; ouviu a minha voz e me deu um filho” (Gênesis 30:6).

Falso juízo

Embora ouvir pareça ser fácil, muitas vezes é um trabalho difícil de se fazer. A verdadeira escuta exige que você dê atenção à outra pessoa e que possa mudar suas atitudes. Ouvir pode ser mais difícil que executar um trabalho físico. Uma passagem do evangelho de Lucas conta a história de duas irmãs, Marta e Maria, que receberam Jesus em sua casa. Marta irritou-se com sua irmã por ela ter decidido ouvir Jesus em vez de arrumar a casa. Jesus elogiou a paciêcia e o desejo de Maria de escutar a palavra de Deus. E Jesus a instruiu: “Marta, Marta, estás ansiosa e fadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária” (Lucas 10:38-42).

A falta da escuta

De acordo com a Bíblia, a arte de ouvir é fundamental para o crescimento: “Quem responde antes de ouvir comete insensatez e passa vergonha” (Provérbios 18:13). A Bíblia observa o perigo em não dar ouvidos à palavra de Deus: “Se você parar de ouvir a instrução, meu filho, irá afastar-se das palavras que dão conhecimento” (Provérbios 19:27). Deixar de escutar palavras sábias apenas diminue quem as ignora, ao passo que aquele que fala nada sofre.

O chamado de Deus

Segundo a Bíblia, ser capaz de ouvir o "chamado" de Deus em sua vida exige tanto paciência quanto flexibilidade. Esse chamado é representado literal e figurativamente nas escrituras. Por exemplo, quando Deus chama Samuel, ele o faz, literalmente, usando sua voz. Ansioso para realizar a vontade de Deus, Samuel responde: "Fala, que o teu servo ouve" (1 Samuel 3:10). Por outro lado, o chamado de Deus é representado figurativamente por Paulo (1 Coríntios 1:9). Nesse sentido, o chamado de Deus é citado como o seu desejo para que crentes reconheçam o seu potencial de crescimento. Em ambos os casos, as pessoas são incentivadas a ouvir atentamente o que Deus está dizendo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível