Penteados das imperatrizes chinesas

Escrito por tim butters | Traduzido por alessandra martins
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Penteados das imperatrizes chinesas
Embora apreciassem seus cabelos, as imperatrizes chinesas raramente os cortam devido à crenças religiosas (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

O penteado de uma mulher é muitas vezes considerado sua coroa de glória. O lado precioso de sua aparência deve ser cuidadosamente mantido e cuidado. As imperatrizes chinesas de tempos antigos nutriam uma devoção por seus cabelos, considerando-os sagrados. Embora elas raramente cortassem o cabelo durante suas vidas, os estilos que ostentavam foram ditados pelo padrão estético de cada dinastia sucessiva. O penteado das imperatrizes controlou o visual que outras mulheres na China antiga viriam a adotar.

Outras pessoas estão lendo

A Dinastia Sui e o início da Dinastia Tang

A simplicidade prevaleceu durante a Dinastia Sui (581-618 d.C.) e o início da Dinastia Tang (618-907 d.C.), e isto foi bem representado pelo penteado da imperatriz Dugu. Seguindo o exemplo da famosa imperatriz, as mulheres deste período poderiam usar um penteado semelhante a uma coroa, plana e larga na parte de cima. Algumas mulheres poderiam deixar esse visual mais elaborado, acrescentando três anéis de cabelo em formato de nuvem empilhados. Embora simples, este penteado é aquele que vem automaticamente à mente quando se pensa nas mulheres na China antiga.

A Dinastia Qin e Han

Durante a Dinastia Qin (221 ​​-206 a.C.), a guerra era predominante e os penteados das imperatrizes refletem isso. No que diz respeito ao ciclo eterno da vida e da morte, os estilos solenes e arrumados dominaram os visuais maus elaborados e artificiais. Homens e mulheres usavam o que é conhecido como o estilo topete. O cabelo era cortado nas têmporas em um ângulo reto, e os cabelos abaixo seriam mantidos raspados. Este penteado continuou durante a Dinastia Han (206 a.C. - 220 d.C.). A imperatriz Huo Chengjun é conhecida pelo estilo topete.

As Dinastias do Norte e do Sul

As Dinastias Wei, Jin (265-420 d.C.) e as dinastias do Norte e do Sul (420-589 d.C.) viram a popularidade do budismo florescer na China. O estilo inspirado no budismo usado pelas imperatrizes do período reflete isso. As mulheres coloriam sua testa de amarelo e, assim como o cabelo de um Buda, o topete seria usado em anéis de cabelos enrolados. Este penteado foi adotado a partir do imaginário budista que adornava muitos dos templos que foram construídos na China durante esta época. A imperatriz Murong teria usado o cabelo desta maneira.

A Dinastia Song do Norte

O estilo topete em forma de ponta de nuvem entrou na moda durante a dinastia Song, do Norte (960 - 1127 d.C.). Imperatrizes como Liu E. penteavam o topete em formato de nuvens. O número de anéis de cabelo usado varia, dependendo da usuária. Criar um topete em formato de ponta de nuvem é um processo muito complicado e por isso tornou-se um privilégio da realeza e dos ricos. As mulheres de camadas mais pobres perdiam horas em vão tentando imitar suas imperatrizes, que ditaram o corte do dia durante 5.000 anos da história chinesa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível