Perigos químicos do óxido de prata

Escrito por scott mcneil | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Perigos químicos do óxido de prata
O óxido de prata pode causar irritações ou queimaduras se entrar em contato com seus olhos (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

O óxido de prata é um composto químico usado principalmente por suas propriedades reativas ou para matar bactérias. Ele é composto pelos elementos prata (Ag) e oxigênio (O), e sua fórmula é Ag2O. É um sólido de cor preta amarronzada, e tipicamente se apresenta como um pó. Pode causar queimaduras e outros danos físicos se for ingerido ou inalado, ou se entrar em contato com a pele ou com os olhos. Ele também pode ser explosivo, se for combinado com outros produtos químicos.

Outras pessoas estão lendo

Ingestão do óxido de prata

O óxido de prata é muito danoso se for ingerido. Pode irritar severamente o trato gastrointestinal. Geralmente resulta em náusea, vômitos e queimaduras. Se você ou outra pessoa o ingerir, busque ajuda médica imediatamente. Peça para a vítima beber de dois a quatro copos de leite ou água, mas apenas se estiver consciente e alerta. Nunca tente forçar uma pessoa inconsciente a beber ou engolir algo.

Contato com a pele

O óxido de prata pode causar queimaduras e irritação severas se entrar em contato com a pele, especialmente se a pele estiver molhada ou úmida. Também pode causar cianose, uma descoloração azulada da pele. Busque atenção médica imediatamente se o óxido de prata entrar em contato com a sua pele. Remova rapidamente quaisquer roupas contaminadas e enxágue sua pele com água por pelo menos 15 minutos. É recomendado sempre lavar as mãos após manipular o óxido de prata.

Contato com os olhos

Se o óxido de prata entrar em contato com os olhos de uma pessoa, pode causar irritação severa e queimaduras. É recomendado usar óculos de segurança ao manipulá-lo. Busque ajuda médica imediatamente caso ele entre em contato com os seus olhos ou os de outra pessoa. Não deixe a vítima esfregar seus olhos ou mantê-los fechados. Lave-os com água por, pleo menos, 15 minutos. Enquanto isso, levante as pálpebras superiores e inferiores ocasionalmente.

Inalação do óxido de prata

A inalação do óxido de prata é danosa. Pode irritar o trato respiratório e causar queimaduras no nariz e na garganta, tosse, pieira, falta de ar e edema pulmonar. Caso ele seja inalado frequentemente, pode causar uma doença pulmonar chamada pneumoconiose. Se você ou outra pessoa inalá-lo, busque ajuda médica imediata. Vá para um lugar longe da substância, com ar fresco. Faça respiração artificial, caso a vítima não esteja respirando, e dê oxigênio, caso esteja tendo dificuldades.

Explosividade e mistura com outros químicos

O óxido de prata pode ser explosivo se for misturado com outros produtos químicos. Pode entrar em combustão se for exposto a substâncias como enxofre, fósforo vermelho ou sulfato de antimônio, ou ainda se for exposto a substâncias que oxidam facilmente, como algodão, toalhas de papel, panos, pele e proteínas. Ele é extremamente explosivo ao ser misturado com amônia. Não descarte-o no sistema de tratamento de esgotos, pois ele mata as bactérias de que esses sistemas precisam para funcionar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível