Pododermatite felina

Escrito por kelli rogers | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Pododermatite felina
A pododermatite felina é o inchaço das almofadas nas patas dos gatos (Martin Poole/Digital Vision/Getty Images)

A pododermatite felina, também chamada de pododermatite de plasmócitos, é o dolorido inchaço nas almofadas nas patas de um gato. Essa doença rara não afeta uma idade, raça ou gênero particular de gatos e, mesmo que a causa ainda seja um mistério, existem tratamentos disponíveis. Vários casos de pododermatite felina exigem tratamento, mas alguns gatos se recuperam dentro de dois ou três meses sem tratamento algum.

Outras pessoas estão lendo

Causa

A causa exata da pododermatite felina é desconhecida, mas uma pista é que o inchaço das almofadas nas patas é causado pela infiltração de plasmócitos. Os plasmócitos são células do sistema imunológico ativo e indicam que a doença envolvam uma estimulação desse sistema. Estudos encontraram uma ligação entre a pododermatite felina e o vírus da imunodeficiência felina, então é recomenda-se que você faça exames em seu gato para se certificar de que ele não possui o vírus.

Sintomas

A doença começa com um inchaço visível em uma ou mais das almofadas na pata do gato. As almofadas inchadas são doloridas e podem fazer o animal mancar por causa da hipersensibilidade. Eventualmente, as patas inchadas podem desenvolver úlceras e sangrar ao menor toque. As almofadas inchadas parecem esponjosas e possuem rachaduras escamosas. Lesões mais antigas são mais propensas a desenvolver uma infecção secundária. Alguns gatos podem ficar apáticos, anêmicos e exibir perda de apetite.

Tratamento

Se o gato estiver com dores, o veterinário pode receitar o antibiótico doxiciclina, corticosteroides ou medicamentos imunossupressores. Dê as medicações receitadas ao seu gato pelo tempo que o veterinário mandar mesmo que todos os sintomas e sinais da doença desapareçam antes do tratamento estar finalizado. Alguns casos de pododermatite felina podem exigir cirurgias. Hidratar e mergulhar as patas diariamente em uma solução antisséptica recomendada pelo seu veterinário pode ajudar no processo de recuperação.

Acompanhamento do tratamento

Gatos diagnosticados com pododermatite grave envolvendo bolhas, drenagem dos tratos ou feridas devem ser monitorados regularmente pelo veterinário depois do tratamento inicial para se certificar de que todos os sinais da doença estão completamente resolvidos e não existe chance de reincidência. Não deixe seu gato caminhar em áreas onde possam haver corpos estranhos, como espinhos ou vidros ou produtos químicos, incluindo fertilizadores e herbicidas. Parar o tratamento antes do tempo pode fazer com que a doença volte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível