A polêmica entre o atum e o golfinho

Escrito por contributing writer | Traduzido por laís ferenzini
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A polêmica entre o atum e o golfinho
Golfinhos são naturalmente atraídos por cardumes de atum (Flickr: http://flickr.com/photos/cw_ye/2298899365/)

A polêmica entre o atum e o golfinho diz respeito a questão de que os pescadores de atum estejam acidentalmente machucando ou matando os golfinhos. A maioria das empresas norte-americanas de atum têm selos de aprovação em suas latas de atum a fim de garantir aos consumidores de que nenhum golfinho foi ferido durante a pesca. Mesmo que diferentes e variados níveis de restrição tenham sido introduzidos, ainda há a possibilidade de que algumas empresas de atum encontrem algumas brechas e possam se safar ao prejudicar alguns golfinhos.

Outras pessoas estão lendo

História

Golfinhos são naturalmente atraídos por cardumes de atum. No leste do Oceano Pacífico tropical, grupos de golfinhos tendem a nadar com cardumes de atum albacora. Pescadores locais e de outros lugares ao redor do mundo muitas vezes usam redes maciças a fim de capturar grandes quantidades de atum. Muitas vezes, essas redes capturam, acidentalmente, os golfinhos que estejam nas proximidades. Na verdade, alguns pescadores usam golfinhos como uma maneira de localizar os cardumes de atum. Na década de 1980, os consumidores dos Estados Unidos começaram a reclamar quando a população de golfinhos começou a diminuir de maneira significativa.

Dimensão

A polêmica entre o atum e o golfinho ajudou a forçar o Departamento de Comércio dos Estados Unidos a estabelecer um selo de aprovação na década de 1990. Isto criou um conjunto de normas para os pescadores de atum. Foi também responsável por colocar o National Marine Fisheries Service como um terceiro observador. Como resultado, o número de golfinhos mortos no leste do Oceano Pacífico tropical foi reduzido.

Tipos

A ONG Earth Trust possue padrões semelhantes aos do Departamento de Comércio dos Estados Unidos com o seu Flipper Seal of Approval. O selo exige que os pescadores não usem redes de deriva ou redes de espera na captura de atuns. A ONG também consegue que os pescadores permitam um observador da Earth Trust a bordo a fim de monitorar as atividades. Outras organizações semelhantes com selos de aprovação incluem o Instituto Earth Island, Greanseas, John West Austrália e o Prince Foods.

Equívocos

Na polêmica entre o atum e o golfinho, há um equívoco comum, o de que o Departamento de Comércio dos Estados Unidos está sozinho na batalha de proteger os golfinhos. Dezenas de empresas e agências governamentais em todo o mundo têm entrado em cena e participado da luta. No entanto, o fato de uma lata de atum ter um selo de aprovação, não é garantia de que os golfinhos não tenham sido feridos. Não há em vigor um conjunto uniforme de regras e inspeções universais a fim de observar e inspecionar os coletores de atum.

Potencial

Várias soluções foram elaboradas a fim de manter um elevado padrão de pesca que seja seguro para os golfinhos. Pescadores não podem pegar com a rede ou perseguir os golfinhos durante a pesca. Os pescadores não podem pescar atum se houver golfinhos ao redor do barco e também devem libertar todos os golfinhos capturados acidentalmente. Quanto maior for o número de países que aderirem, pondo em vigor normas e regulamentos cada vez mais rigorosos, mais golfinhos ao redor do mundo estarão seguros.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível