Mais
×

Pragas e doenças de loureiros

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O loureiro (Laurus nobilis), também conhecido como árvore de louro, combina folhas brilhantes com flores em amarelo-pálido para criar uma fantástica árvore paisagística. Embora normalmente cultivados em um clima mais quente, o loureiro também é capaz de ser movido para ambientes internos durante o inverno para utilização como uma planta caseira. Embora não seja particularmente um problema, o loureiro é propenso a certas pragas e doenças.

Embora não seja particularmente um problema, o loureiro é propenso a certas pragas e doenças (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

Insetos-escama

Indiscutivelmente, o maior problema enfrentado pela árvore são os insetos-escama. Eles são insetos pequenos, geralmente marrons, que fazem com que as folhas e caules da árvore percam os nutrientes. Muitas vezes confundido com fungo ou o oídio, eles podem ser especialmente prejudiciais para a saúde da árvore, se não forem controlados. Use uma bola de algodão embebida em álcool para as áreas afetadas da planta para se livrar dos insetos.

Trioza alacris

Tecnicamente chamado de Trioza alacris, é também conhecido pelo seu nome comum "piolho de planta". Embora não seja geralmente fatal, ele pode enfraquecer a árvore e deixá-la vulnerável a outras pragas que causam estragos. Verifique as folhas que parecem ondular em torno das bordas, e em seguida, tornam-se amarelas. Esses são alguns dos primeiros sinais de alerta disponíveis, e uma detecção precoce é fundamental para o controle apropriado. Se o piolho permanecer na árvore, ele pode colocar pequenos ovos sobre as folhas, que são quase invisíveis a olho nu. O tiaclopride é um ótimo inseticida a ser usado para controlar o Trioza alacris.

Doença do furo de bala

De acordo com a BBC.com, os loureiros muitas vezes sofrem de uma doença fúngica conhecida como "doença do furo de bala", o que provoca manchas vermelho-arroxeadas nas folhas. Eles também afirmam que os verões úmidos promovem a ocorrência da doença. Atualmente, não há nenhum produto para controlar a doença, mas se sua árvore for afetada, remova as folhas infectadas do seu quintal e aposte no uso de um fertilizante equilibrado.

Problemas causados pela rega excessiva

Muita água pode criar uma série de problemas para os loureiros. Primeiro, ele pode ter uma alta umidade, que pode promover alguns transtornos fúngicos. As manchas nas folhas são um sinal de alerta de que isso está ocorrendo. Outro problema criado por excesso de rega são as rachaduras na casca da árvore. Se a árvore for regada em excesso, a casca pode inchar e rachar por causa do aumento da pressão. Isso permite que uma série de invasores entrem na planta e causem danos à árvore. Se a casca estiver separada e aberta, procure um selante de horticultura para certificar-se de impedir a entrada de invasores, enquanto a árvore se cura.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article