Como praticar as 8 partes do discurso com seus alunos

Escrito por sarah thompson | Traduzido por ninah coracini
Como praticar as 8 partes do discurso com seus alunos

Para ensinar as oito partes do discurso de forma eficaz, considere diferentes metodologias.

Dynamic Graphics Group/Dynamic Graphics Group/Getty Images

As oito partes do discurso são substantivos, verbos, pronomes, adjetivos, advérbios, preposições, conjunções e interjeições. Estas devem ser praticadas utilizando as mesmas metodologias de ensino utilizadas para ensinar outras matérias. Estas metodologias de ensino variam em vantagens e desvantagens; para ajudar seus alunos a praticarem as oito partes do discurso, escolha uma metodologia que funcione melhor com a capacidade de atenção, as limitações de tempo e o nível de compreensão do assunto da sua classe.

Outras pessoas estão lendo

Palestra

As palestras são muitas vezes a melhor escolha ao introduzir novos conceitos. Por isso, se seus alunos estiverem apenas sendo introduzidos às oito partes do discurso, as palestras podem ser úteis. Nas palestras, os professores transmitem informações diretamente aos estudantes. Apresentações de slides em telas grandes também podem ser incorporadas. A palestra é dominada pelo professor, e o público assume uma postura passiva no ensino. Porém, também torna-se difícil avaliar a retenção da audiência do que foi ensinado. Contudo, este tipo de explanação é ideal para grandes grupos de estudantes por estimularem o pensamento e a discussão aberta quando feitas corretamente. Uma boa palestra começa com uma introdução clara e um resumo do que será tratado. Mantenha cada slide limitado a alguns pontos e dê exemplos para cada parte do discurso. Pare a cada 10 minutos para perguntar questões abertas como, "O que você aprendeu até agora nesta lição?". Ajude os alunos a praticarem, dando exemplos de cada tópico que for apresentado.

Planilhas de trabalho

O material de estudo sobre as oito partes do discurso pode incluir frases com lacunas, que precisem ser preenchidas pelos estudantes com uma palavra apropriada, bem como identificar de que parte do discurso é esta palavra. Por exemplo, a primeira pergunta declararia "Maria correu (espaço em branco) através da floresta". Os estudantes devem preencher a lacuna com um exemplo de palavra da parte correta do discurso, que se encaixe ali, como "rapidamente" ou "lentamente". Eles devem, então, identificar de que categoria é esta parte do discurso, que neste caso é "advérbio". Estes exercícios permitem que os alunos pensem por si mesmos, sem a influência de outros. Eles também podem promover discussões que envolvam toda a classe sobre as respostas do desafio. Além disso, você pode ajustar a extensão do teste às limitações de tempo e ao nível de compreensão de sua classe.

Simulações

As simulações são atividades que dão aos alunos situações reais de problemas e os obriga a resolvê-los. Isso requer que eles tenham uma firme compreensão das oito partes do discurso e suas funções. Tente simular uma experiência de notícias, onde você forneça a cada aluno uma amostra de notícia que você escreveu. Nesse texto se apresentarão muitos erros no uso de advérbio ou preposição e sua colocação na sentença. Os estudantes devem dedicar uma determinada quantia de tempo lendo a história para eliminar a palavra incorreta e substituí-la, ou reorganizar a sentença para que o uso da palavra se torne correto. Com simulações, os alunos usam suas habilidades de tomada de decisão de forma independente dos outros, cometem erros e testam suas habilidades. Forneça mais do que uma simulação por exercício, para que os alunos possam aprender os conceitos praticando-os de uma forma interativa.

Cartões de índice

A prática de cartões de índice deve ser feita na escola, em pares ou em casa. Esses cartões podem apresentar uma parte da fala de um lado e a sua definição no outro, ou uma parte da fala de um lado e um exemplo de como utilizar a parte da fala numa sentença. Esta prática fornece praticamente os mesmos benefícios de discussões em pequenos grupos, pois os estudantes podem expor suas ideias a seu parceiro e ambos podem participar na tomada de decisões. Os cartões também oferecem benefícios como os da simulação se usados isoladamente. Os alunos podem aprimorar suas habilidades de tomada de decisão e testar suas habilidades. No entanto, em ambos os métodos, você não pode garantir que seus alunos estejam utilizando seu tempo de estudo no máximo de seu potencial. Se trabalhar com os cartões em classe, você pode guiar os estudantes ou os pares se eles optarem pelo caminho errado e esclarecer quaisquer perguntas, caso ambos chegarem a um consenso incorreto sobre o material.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media